Busca avançada
Ano de início
Entree


Estudo estrutural e cristalização em vidros fluorogermanatos

Texto completo
Autor(es):
Luciano Avallone Bueno
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: Araraquara. 127 f.
Instituição: Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Quimica.
Data de defesa:
Membros da banca:
Antônio Eduardo Mauro; Edgar Dutra Zanoto
Orientador: Sidney José Lima Ribeiro; Younès Messaddeq
Resumo

Este trabalho teve por objetivo principal a preparação de vitrocerâmicas transparentes no sistema PbGeO3-PbF2-CdF2 e a determinação do domínio vítreo no diagrama de composições para este sistema. Observou-se que a introdução dos óxidos de germânio e chumbo na forma de metagermanato de chumbo (PbGeO3) propiciou a diminuição da perda de íons fluoreto durante a síntese das amostras. Foram obtidos vidros bastante estáveis frente a ristalização, com boa qualidade óptica contendo alta concentração de metais pesados. A estrutura local nos vidros foi determinada utilizando-se as técnicas espectroscópicas vibracionais (IV e Raman) e absorção de raios X (EXAFS). Foi possível observar que os vidros possuem unidades estruturais formadas por tetraedros [GeO4] semelhantes àquelas presentes no composto cristalino PbGeO3. Para identificar as fases cristalinas e acompanhar o processo de cristalização em diferentes temperaturas definidas acima da temperatura de transição vítrea, Tg, nas amostras vítreas, foram utilizadas as técnicas de difração raios X, ressonância magnética nuclear de flúor (RMN-19F) e espectroscopia vibracional (IV e Raman). Observou-se que para todas as amostras a primeira fase a cristalizar é o ß-PbF2. Tratamentos térmicos realizados em temperaturas relacionadas ao processo exotérmico denominado pico de "ceramização" possibilitaram a obtenção de vitrocerâmicas transparentes contendo 0,5% em mol de íons Er3+ ou Eu3+. Através das técnicas de microscopia eletrônica de transmissão (MET), espectroscopia eletrônica de emissão dos íons lantanídios foi possível a identificação de cristais de ß-PbF2:Er3+,Eu3+ da ordem de 6 nm. (AU)

Processo FAPESP: 96/07864-3 - Vidros e vitrocerâmicas no sistema geo2-pbo-al2o3-pbf2-cdf2
Beneficiário:Luciano Avallone Bueno
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado