Busca avançada
Ano de início
Entree


Caracterização fitoquímica e avaliação dos potenciais antimicrobiano e carrapaticida de extrativos vegetais de Tagetes patula L. (Asteraceae)

Texto completo
Autor(es):
Flávio Augusto Sanches Politi
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: Araraquara. 182 f.
Instituição: Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciencias Farmaceuticas (Campus de Araraquara)
Data de defesa:
Membros da banca:
Lourdes Campaner dos Santos; Nara Amélia de Rosa Farias; Maria Izabel Souza Camargo; Ary Fernandes Junior
Orientador: Rosemeire Cristina Linhari Rodrigues Pietro
Resumo

O carrapato Rhipicephalus sanguineus é a espécie de maior disseminação mundial e está comprovadamente envolvido na transmissão de agentes patogênicos. Estudos têm demonstrado aquisição de resistência a alguns dos princípios ativos usados em formulações comerciais de acaricidas. Neste trabalho, utilizando-se extrato etanólico 70% (PAEtOH70%) e óleo essencial (OE) de partes aéreas de Tagetes patula, avaliamos a ação carrapaticida in vitro contra os diversos estágios de desenvolvimento no ciclo de vida do ixodídeo R. sanguineus. Na concentração de 50,0 mg/mL, PAEtOH70% diminuiu a oviposição em 21,5%, eliminou 99,8% das larvas e destruiu 96,5% dos ovos. O OE a 4% inibiu a oviposição em 33,94%. Apesar da baixa taxa de mortalidade de fêmeas adultas ingurgitadas, análises microscópicas da estrutura dos ovários revelaram importantes alterações morfológicas na estrutura dos ovócitos II-V e células do pedicelo, interferindo diretamente na embriogênese normal, prejudicando ou inviabilizando a formação de larvas sadias. Para garantir o uso seguro em uma possível formulação, avaliamos a atividade citotóxica de PAEtOH70% e do OE frente a macrófagos murinos, obtendo-se IC50 de 210,9 µg/mL e IC50 de 0,04%, respectivamente. O extrato foi caracterizado fitoquimicamente por HPLC-EM, tendo sido identificados 12 favonóides O-glicosilados. O óleo foi caracterizado fitoquimicamente por CG-EM, revelando a presença de 55 compostos, sendo os principais o 4-vinil-guaiacol e o gama-terpineno. Quanto aos ensaios antimicrobianos, o extrato PAEtOH70% não inibiu o crescimento de B. bassiana e M. anisopliae (CIMs > 1250,0 µg/mL) e apresentou a melhor ação contra T. rubrum e T. rubrum (FOC) (312,5 e 468,75 µg/mL, respectivamente) (AU)

Processo FAPESP: 10/06450-0 - Avaliação da atividade antimicrobiana e potencial carrapaticida de extratos de Tagetes patula l. (Asteraceae)
Beneficiário:Flávio Augusto Sanches Politi
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado