Busca avançada
Ano de início
Entree


Classificação de textos com redes complexas

Texto completo
Autor(es):
Diego Raphael Amancio
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: São Carlos.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Física de São Carlos
Data de defesa:
Membros da banca:
Luciano da Fontoura Costa; Aparecido Nilceu Marana; Maria das Graças Volpe Nunes; Jose Hiroki Saito; Antonio Carlos Roque da Silva Filho
Orientador: Luciano da Fontoura Costa; Osvaldo Novais de Oliveira Junior
Resumo

A classificação automática de textos em categorias pré-estabelecidas tem despertado grande interesse nos últimos anos devido à necessidade de organização do número crescente de documentos. A abordagem dominante para classificação é baseada na análise de conteúdo dos textos. Nesta tese, investigamos a aplicabilidade de atributos de estilo em tarefas tradicionais de classificação, usando a modelagem de textos como redes complexas, em que os vértices representam palavras e arestas representam relações de adjacência. Estudamos como métricas topológicas podem ser úteis no processamento de línguas naturais, sendo a tarefa de classificação apoiada por métodos de aprendizado de máquina, supervisionado e não supervisionado. Um estudo detalhado das métricas topológicas revelou que várias delas são informativas, por permitirem distinguir textos escritos em língua natural de textos com palavras distribuídas aleatoriamente. Mostramos também que a maioria das medidas de rede depende de fatores sintáticos, enquanto medidas de intermitência são mais sensíveis à semântica. Com relação à aplicabilidade da modelagem de textos como redes complexas, mostramos que existe uma dependência significativa entre estilo de autores e topologia da rede. Para a tarefa de reconhecimento de autoria de 40 romances escritos por 8 autores, uma taxa de acerto de 65% foi obtida com métricas de rede e intermitência de palavras. Ainda na análise de estilo, descobrimos que livros pertencentes ao mesmo estilo literário tendem a possuir estruturas topológicas similares. A modelagem de textos como redes também foi útil para discriminar sentidos de palavras ambíguas, a partir apenas de informação topológica dos vértices, evidenciando uma relação não trivial entre sintaxe e semântica. Para algumas palavras, a discriminação com redes complexas foi ainda melhor que a estratégia baseada em padrões de recorrência contextual de palavras polissêmicas. Os estudos desenvolvidos nesta tese confirmam que aspectos de estilo e semânticos influenciam na organização estrutural de conceitos em textos modelados como rede. Assim, a modelagem de textos como redes de adjacência de palavras pode ser útil não apenas para entender mecanismos fundamentais da linguagem, mas também para aperfeiçoar aplicações reais quando combinada com métodos tradicionais de processamento de texto. (AU)

Processo FAPESP: 10/00927-9 - Classificação de textos com redes complexas
Beneficiário:Diego Raphael Amancio
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado Direto