Busca avançada
Ano de início
Entree


Membranas de celulose bacteriana contendo nanopartículas de 'YVO IND. 4': 'YB POT. 3+': 'ER POT. 3+''HO POT. 3+' para aplicações envolvendo conversão ascendente de energia

Texto completo
Autor(es):
Karina Nigoghossian
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Instituição: Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Quimica
Data de defesa:
Membros da banca:
Maria Palmira Daflon Gremião; Rogéria Rocha Gonçalves
Orientador: Sidney José Lima Ribeiro
Resumo

Membranas de celulose bacteriana (CB) foram preparadas contendo nanopartículas (NPs) para conversão ascendente de energia de YVO4:Yb3+:Er3+/Ho3+ e ftalocianina de cloroalumínio (AlClPc), um fotossensibilizador utilizado na terapia fotodinâmica (TFD). As membranas obtidas foram testadas visando seu potencial para aplicação como sensibilizadoras de processos fotoativados na TFD. O desenvolvimento deste novo biomaterial baseou-se no ideal de aplicar estas membranas topicamente sobre a área a ser tratada para que ocorra a liberação do fotossensibilizador e a ativação deste possa ser feita localmente por iluminação no infravermelho, que é convertida em luz visível pelas NPs por conversão ascendente de energia. A excitação no infravermelho é vantajosa para aplicação em sistema biológico, pois permite penetração mais profunda da luz nos tecidos em comparação a luz visível. As propriedades de emissão das nanopartículas foram otimizadas, explorando as condições de síntese e diferentes concentrações relativas dos dopantes, a fim de se obter maior rendimento de conversão infravermelho-vermelho e a emissão na região de absorção/excitação do fotoativo. As NPs YVO4:Yb3+:Ho3+ (79:20:1) se mostraram mais adequadas para tal aplicação, por apresentarem maior intensidade de emissão entre 630 e 690 nm (banda de absorção da AlClPc). A CB foi produzida com diferentes características em relação à espessura e transparência, exibindo até 90 % de transmissão óptica. Os resultados mostraram a viabilidade de se incorporar o fotossensibilizador e as nanopartículas luminescentes na matriz polimérica de CB para administração do fármaco, mantendo-se as propriedades luminescentes de ambos os compostos inseridos no polímero. A eficiência de incorporação (EI) de AlClPc foi estudada para diferentes membranas. Observou-se maior EI para as membranas mais finas com menor concentração de AlClPc. Os estudos de permeação... (AU)

Processo FAPESP: 11/15759-7 - Membranas de celulose contendo nanopartículas para conversão ascendente de energia. fundamentos e aplicações
Beneficiário:Karina Nigoghossian
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado