Busca avançada
Ano de início
Entree

Eugenia Costanzi-Strauss

CV Lattes ORCID


Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas (ICB)  (Instituição-sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil

Eugenia Costanzi-Strauss tem formação e experiência nas áreas de genética e biologia molecular, com foco na terapia gênica do câncer. Obteve o seu dotorado em 1988 pelo estudo genético-bioquímicos de retinoblastoma e seus familiares, junto ao Programa de Biologia Molecular e Depto. de Genética da Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP (Escola Paulista de Medicina, EPM). Entre 1989 - 1990, atuou como recém-doutor no Laboratório de Transformação Celular, Instituto de Química, Universidade de São Paulo (IQ - USP), onde investigou o papel do gene supressor de tumor RB em células transformadas pelos oncongenes myc e fos. Em 1995, iniciou pós-doutorado no Cancer Center, University of California, San Diego (CA, La Jolla, USA), trabalhando com a construção e produção de novos sistemas de vetores virais modelados para ensaios de terapia gênica do câncer com genes supressores de tumor com ação citotóxica e/ou citostática. As pesquisas direcionadas a remediação da expressão de genes supressores de tumor: RB, p53, p16INK4 (CDKN2A) e p21WAF1 (CDKN1A) em modelos in vitro e in vivo de tratamento de glioblastoma multiforme viabilizaram a colaboração em projetos de pesquisa desenvolvidos no Salk Institute (CA, La Jolla) e Molecular Neurosurgery Laboratory, Stanford University (CA, Palo Alto, USA). Na Universidade de São Paulo - Instituto de Ciências Biomédicas - Depto. de Biologia Celular (ICB-USP), estabeleceu o Laboratório de Terapia Gênica investindo em dois conceitos: (1) câncer é uma doença multigênica - terapia multigênica do câncer - requer desenvolvimento de plataformas de vetores virais multicistrônicos e (2) todos os cânceres tem em comum a presença de mutações em genes de controle da proliferação celular. O Laboratório de Terapia Gênica do ICB – USP concentra esforços na produção e caracterização de vetores virais candidatos aos ensaios de terapia gênica do câncer, entre as abordagens utilizadas estão os vetores retrovirais e adenovirais bissupressores de tumor, desenvolvimento de modelos in vitro e in vivo para estudos pré-clínicos de terapia gênica para câncer de pulmão e glioblastoma. Recentemente, o laboratório expandido a sua plataforma de vetores virais em direção ao amortecimento dos efeitos senilogênicos relacionados ao tratamento do câncer. Participou dos programas Cancer Triscriptoma Initiative (FAPESP), Instituto do Milênio – Terapia Gênica (MCT), faz parte da equipe do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Terapia Gênica (INTERGEN), participou da formação do Núcleo de Inovação do Instituto de Ciências Biomédicas da USP e da CIBio: Comissão Interna de Biossegurança do ICB-USP. Presta assessoria científica ad hoc ` a Comissão Nacional de Êtica em Pesquisa (CONEP). É membro da American Association for Cancer Research (AACR), International Cell Senescence Association (ICSA) e Rede Nacional de Terapias Avançadas (RENETA – ANVISA). (Fonte: Currículo Lattes)

Auxílios à pesquisa
Bolsas no país
Bolsas no Exterior
Apoio FAPESP em números * Quantidades atualizadas em 19/06/2021
Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP
Contate o Pesquisador

Este canal da BV/FAPESP deve ser utilizado tão somente para mensagens, referentes aos projetos científicos financiados pela FAPESP.


 

 

 

 

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Publicações resultantes de Auxílios e Bolsas sob responsabilidade do(a) pesquisador(a) (3)

(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)

PublicaçõesNone
CitaçõesNone
Cit./ArtigoNone
Dados do Web of Science

B.E. STRAUSS; E. COSTANZI-STRAUSS. Combating oncogene activation associated with retrovirus-mediated gene therapy of X-linked severe combined immunodeficiency. Brazilian Journal of Medical and Biological Research, v. 40, n. 5, p. 601-613, . (98/15120-0, 00/12156-5)

STRAUSS‚ B.E.; BAJGELMAN‚ M.C.; COSTANZI-STRAUSS‚ E.. A novel gene transfer strategy that combines promoter and transgene activities for improved tumor cell inhibition. Cancer Gene Therapy, v. 12, n. 12, p. 935-946, . (98/15120-0, 00/12156-5)

STRAUSS‚ B.E.; COSTANZI-STRAUSS‚ E.. pCLPG: a p53-driven retroviral system. VIROLOGY, v. 321, n. 2, p. 165-172, . (98/15120-0, 00/12156-5)

Publicações acadêmicas

(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)

STEVANATTO, Pollyana Bulgarelli. Análise do papel das ciclooxigenases 1 e 2 na migração da linhagem celular de glioma humano U251-MG.. Dissertação (Mestrado) -  Instituto de Ciências Biomédicas.  Universidade de São Paulo (USP).  São Paulo.  (10/14505-9

LÉO, Patrícia. Construção, produção e caracterização do retrovírus policistrônico pCLp16IRESp53SN.  143 f. Tese (Doutorado) -  Instituto de Ciências Biomédicas.  Universidade de São Paulo (USP).  São Paulo.  (00/02258-5

GREGORIO, Juliana Colozzo. Estudo do efeito da remediação simultânea dos genes p16INK4a  e p53 mediada pelo adenovírus bicistrônico Adp16IRESp53 em um modelo de carcinoma de pulmão humano.. Tese (Doutorado) -  Instituto de Ciências Biomédicas.  Universidade de São Paulo (USP).  São Paulo.  (05/55631-9

Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: