Busca avançada
Ano de início
Entree

Eliseu Savério Sposito

CV Lattes GoogleMyCitations


Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT)  (Instituição-sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil

Possui graduação em Geografia pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Presidente Prudente (1974), mestrado em Geografia (Geografia Humana) pela Universidade de São Paulo (1983) e doutorado em Geografia (Geografia Humana) pela Universidade de São Paulo (1990). Atualmente é credenciado no curso de pós-graduação da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, professor titular da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, outro (colaborador em grupo de pesquisa) da Universidade Estadual do Oeste do Paraná, professor titular da Universidade Estadual do Oeste do Paraná, professor visitante - Universidad Nacional de San Juan, professor visitante da Universidade Estadual do Ceará e professor titular da Faculdade de Ciências e Tecnologia de Presidente Prudente. Tem experiência na área de Geografia, com ênfase em Geografia Urbana, atuando principalmente nos seguintes temas: território, industrialização, pensamento geográfico, dinâmica econômica e produção do espaço. (Fonte: Currículo Lattes)

Auxílios à pesquisa
Bolsas no país
Bolsas no exterior
Apoio FAPESP em números*
*Quantidades atualizadas em 16/03/2019
Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP
Contate o Pesquisador

Este canal da BV/FAPESP deve ser utilizado tão somente para mensagens, referentes aos projetos científicos financiados pela FAPESP.


 

 

 

 

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Agroindústria Amendoim América Latina Aprendizagem Áreas de pobreza Arranjos produtivos locais Bancos Brasil Cadeia produtiva Camelos Cartografia Centro-Oeste paulista Ciberespaço Cidadania Cidades médias Cidades pequenas Cidades Ciências Humanas Cluster industrial Competitividade Comunicação Desemprego Desenvolvimento Local Desenvolvimento econômico regional Desenvolvimento econômico Desenvolvimento regional Eixos Emprego Empresas multinacionais Ensino Epistemologia Espaço público Espaço urbano Espanha Estado (política) Estrutura Exclusão social Flexibilidade Franca (SP) França Geografia Humana Geografia Regional Geografia econômica Geografia urbana Geografia Globalização Habitação social História do pensamento geográfico Imigração Indústria agrícola Indústria calçadista Industrialização Indústrias Informação Infraestrutura de transportes Integração social Interdisciplinar Internet Lazer Logística Maquete Mercado de trabalho Mercosul Metrópoles Migração humana Mobilidade no trabalho Neoliberalismo Novas tecnologias da comunicação Ontologia Paraguai Pensamento geográfico Planejamento territorial urbano Poder Público Políticas públicas Polo industrial Pós-graduação Precarização do trabalho Presidente Prudente (SP) Problemas sociais Produção do espaço urbano Produção do espaço Produção Reestruturação produtiva São Paulo Sistemas de informação Tecnologia da informação Tecnologia Telecomunicações Telefonia celular Território Transporte de carga Urbanização Velocidade Vias
Videos relacionados aos auxílios à pesquisa e bolsas

O relevo econômico do interior

Publicado a 22 de outubro de 2012 - Pesquisa FAPESP. O processo de desconcentração industrial no estado de São Paulo, iniciado na década de 1970, alterou profundamente seu mapa e território: a mancha metropolitana da capital se expandiu em direção ao Vale do Paraíba, Sorocaba e às regiões de Campinas e Ribeirão Preto, conglomerados urbanos especializados se formaram ao longo de uma densa malha rodoviária e as cidades médias assumiram a liderança do mercado em seu entorno. "O interior não é mais um espaço plano. Tem 'relevo' econômico", afirma Eliseu Savério Sposito, do Departamento de Geografia da Faculdade de Ciência e Tecnologia (FCT) da Universidade Estadual Paulista (Unesp), em Presidente Prudente.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.
Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: