Busca avançada
Ano de início
Entree

Giuliano Maselli Locosselli

CV Lattes ResearcherID ORCID


Secretaria do Meio Ambiente (São Paulo - Estado). Instituto de Pesquisas Ambientais (IPA)  (Instituição-sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil

Giuliano Maselli Locosselli em auxílios à pesquisa e bolsas apoiadas pela FAPESP.

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o(a) pesquisador(a):
Com mais calor e menos água, florestas crescem mais devagar 
Los árboles tropicales viven menos 
Árvores tropicais crescem mais rápido, mas duram pouco mais da metade do tempo de vida das temperadas 
Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o(a) pesquisador(a)
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)
Auxílios à pesquisa
Bolsas no país
Bolsas no Exterior
Apoio FAPESP em números * Quantidades atualizadas em 03/12/2022
Contate o Pesquisador

Este canal da BV/FAPESP deve ser utilizado tão somente para mensagens, referentes aos projetos científicos financiados pela FAPESP.


 

 

 

 

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Videos relacionados aos auxílios à pesquisa e bolsas

SP Pesquisa - Paleoclimatologia - 2º Bloco


Publicado em 21 de junho de 2015 - SP Pesquisa - Paleoclimatologia - 2º Bloco. Pesquisadores da USP que estudam cavernas, o fundo mar e florestas se juntaram numa ciência chamada Paleoclimatologia. Cada um à sua maneira, eles querem mapear o clima do passado. O biólogo marinho consegue enxergar nas bactérias calcificadas no fundo do mar informações sobre o clima de milhares de anos atrás. O geólogo visita cavernas, observa estalagmites e estalactites e delas consegue extrair dados sobre as chuvas do passado e ainda dizer de onde elas vieram. O biólogo que estuda testemunhos de árvores também consegue observar dados sobre as chuvas e a temperatura no passado. O programa acompanha essas três pesquisas e conta como os cientistas descobrem informações sobre o clima do passado e para que isso serve.

A saúde das árvores urbanas


Publicado em 25 de julho de 2017 - Pesquisa FAPESP. Pesquisadores falam da importância das áreas arborizadas em metrópoles como São Paulo e das novas estratégias para monitorá-las, como o software Arbio, do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).

Árvores revelam a evolução da poluição ambiental


Publicado em 13 de agosto de 2018 - Agência FAPESP. Pesquisadores da USP e da Unicamp constatam, por meio de análises químicas da tipuana, que diminuíram os níveis de poluição por alguns metais pesados na zona oeste da cidade de São Paulo.

Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: