Busca avançada
Ano de início
Entree

Gustavo Cabral de Miranda

CV Lattes ORCID


Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas (ICB)  (Instituição Sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil

Graduação em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB); Mestrado em Imunologia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA); Doutorado em Imunologia, no Dpto. de Imunologia, Instituto de Ciências Biomédicas (ICB-IV) da Universidade de São Paulo (USP) com Doutorado Sanduiche no Exterior por um ano, na unidade de investigação Biomark, Sensor Research, do Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP), Porto, Portugal; Pós-doutorados no Instituto Jenner da Universidade de Oxford, Inglaterra, entre 01/11/2014 e 31/12/2017; e Pós-doutorado sênior no Hospital Universitário (Inselspital) da Universidade de Berna, Suíça entre 01/05/2018 e 31/10/2019, trabalhando com o desenvolvimento de vacinas utilizando as plataformas de VLPs (Virus-like particles), anticorpos monoclonais e diagnósticos avançados utilizando a tecnologia de Biossensores. Atualmente exercendo a função de Pesquisador Principal (PP) com Projetos financiados pelo "Programa Jovens Pesquisadores (JP)" e "Auxílio à Pesquisa Regular" da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), para o Desenvolvimento de vacinas contra Sars-CoV-2, Chikungunya, Zika e Dengue virus utilizando as plataformas de VLPs. Além disso, temos aplicado as vacinas (produtos vacinais) que produzimos para a produção de anticorpos monoclonais murinos, utilizando a tecnologia de hibridomas. Os anticorpos monoclonais produzidos são para aplicação na rotina de diagnóstico laboratorial, assim como para estudos de imunização passiva e terapêutica. Além do uso da tecnologia de hibridomas, temos ampliado as pesquisas para a produção de anticorpos monoclonais quiméricos e humanizados recombinantes, utilizando os hibridomas secretores dos monoclonais de interesse, para isolar as sequências das cadeias variáveis ou hipervariáveis e clonar em vetores específicos que contêm as porções constantes do IgG1 humano.Todos os trabalhos com o desenvolvimento de plataformas vacinais baseadas em VLPs, assim como com anticorpos mococlonais tem gerado resultados excelentes, com diversas publicações de alto fator de impacto em revistas internacionais indexadas. Além disso, é importante ressaltar que temos excelentes perspectivas de obtenção de produtos que poderão ter ampla utilidade comercial e pública. (Fonte: Currículo Lattes)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o(a) pesquisador(a):
Para caminar por sus propios medios 
El rompecabezas de la inmunidad 
O quebra-cabeça da imunidade 
Andar com as próprias pernas 
Matéria(s) publicada(s) no Pesquisa para Inovação FAPESP sobre o(a) pesquisador(a):
Startups apoiadas pelo PIPE-FAPESP desenvolvem vacinas contra a COVID-19 
Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o(a) pesquisador(a)
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)
Auxílios à pesquisa
Bolsas no país
Apoio FAPESP em números * Quantidades atualizadas em 23/09/2023
Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP
Contate o Pesquisador

Este canal da BV/FAPESP deve ser utilizado tão somente para mensagens, referentes aos projetos científicos financiados pela FAPESP.


 

 

 

 

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: