Busca avançada
Ano de início
Entree

Carlos Afonso Nobre

CV Lattes ORCID


Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (Brasil). Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)  (Instituição-sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil

Graduação em Engenharia Eletrônica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (Dezembro de 1974) e doutorado em Meteorologia pelo Massachusetts Institute of Technology (Janeiro de 1983). Pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia-INPA (1975-1981); pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais-INPE (1983 a 2012). Exerceu funções de gestão e coordenação científicas e de política científica: Presidente da CAPES (maio 2015-maio 2016), Diretor do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais-CEMADEN (fevereiro a maio de 2015), Secretário de Políticas e Programas de Pesquisa e Desenvolvimento do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação - MCTI (fevereiro 2011-fevereiro 2015); Chefe do Centro de Ciência do Sistema Terrestre (CCST-INPE) de 2008 a 2011 e Coordenador Geral do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC-INPE) de 1991 a 2003. E também coordenação de experimentos científicos, entre outros: coordenador científico do Experimento de Grande Escala da Biosfera-Atmosfera na Amazônia (LBA) durante o período de 1996 a 2002, coordenador brasileiro do Anglo-Brazilian Climate Observations Study (ABRACOS) de 1990 a 1996; e coordenador brasileiro do Experimento AMAZALERT entre instituições européias e sul-americanas (2011-2014). Exerceu a presidência do International Advisory Group do Programa de Proteção das Florestas Tropicais do Brasil (PP-G7) (2006-2008). Foi representante do MCTI no Comitê Orientador do Fundo Amazônia. É membro do Joint Steering Committee do World Climate Research Programme (WCRP). Exerceu a presidência do International Geosphere-Biosphere Programme (IGBP) (2005-2011). Presidiu o Conselho Diretores da Rede Brasileira de Pesquisas sobre Mudanças Climáticas (Rede CLIMA) e preside o Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas. Foi coordenador do Programa FAPESP de Pesquisa em Mudanças Climáticas Globais (2008-2011) e da Rede CLIMA (2008-2011). É coordenador do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para Mudanças Climáticas. Atuou na CAPES como coordenador da Comissão de Cursos Multidisciplinares (2006-2008); Representou o Brasil no International Institute for Applied System Analysis. Foi membro do International Scientific Advisory Panel do Climate Change Adaptation Program, da Holanda. (20082011). Foi membro do "High Level Scientific Advisory Panel on Global Sustainability" do Secretário Geral da ONU. Tem experiência na área de Geociências e Ciências Ambientais, com ênfase em Meteorologia, Climatologia, Modelagem, Mudanças Climática, Desastres Naturais e Ciência do Sistema Terrestre, atuando principalmente nos seguintes temas: ciências atmosféricas, clima, meteorologia, Amazônia e modelagem climática, interação biosfera-atmosfera, mudanças climáticas e desastres naturais. Ministra as disciplinas Interação Biosfera-Atmosfera e Introdução à Ciência do Sistema Terrestre, em Programas de PG do INPE. Formulou há 27 anos a hipótese da "savanização" da Amazônia em resposta a desmatamentos e vem estudando como o aquecimento global pode influenciar a floresta tropical. Já orientou 29 alunos de mestrado e doutorado. Índice h e citações (Dezembro 2017): 43 / 9.345 (ISI); 66 / 20.700 (Google Scholar). Participou de vários relatórios do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC). Em particular, foi um dos autores do Quarto Relatório de Avaliação do IPCC, agraciado com o Prêmio Nobel da Paz (2007). Recebeu vários Prêmios: Fundação Conrado Wessel, na área de Meio Ambiente (2007); Von Humboldt Medal da European Geophysical Union 92009); condecoração da Classe Grã-Cruz da Ordem Nacional do Mérito Científico da Presidência da República (2010); "Prêmio a la Cooperación em Ciencia, Tecnologia y Innovación Dr. Luis Frederico Leloir", do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação Produtiva, da Argentina (2011); Volvo Environmental Prize, Suécia (2016). É membro titular da ABC, TWAS e Membro estrangeiro da National Academy of Science (NAS) (Fonte: Currículo Lattes)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o(a) pesquisador(a):
El Inpe bajo presión 
Inpe sob pressão 
Enchentes em São Paulo dão prejuízo de R$ 762 mi por ano 
Modelo criado aqui ajudará a interpretar mudanças climáticas 
Clima, versão 2.0 
El clima en versión 2.0 
Matéria(s) publicada(s) no Pesquisa para Inovação FAPESP sobre o(a) pesquisador(a):
Projeto para um Brasil Novo: Mudanças climáticas 
The Amazon Near a Tipping Point: The urgent need of a novel standing forest bioeconomy 
Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o(a) pesquisador(a)
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)
Auxílios à pesquisa
Bolsas no país
Apoio FAPESP em números * Quantidades atualizadas em 26/11/2022
Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP
Contate o Pesquisador

Este canal da BV/FAPESP deve ser utilizado tão somente para mensagens, referentes aos projetos científicos financiados pela FAPESP.


 

 

 

 

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Videos relacionados aos auxílios à pesquisa e bolsas

Causas e efeitos das mudanças climáticas


Publicado em 04 de setembro de 2011 - Pesquisa FAPESP. Climatologista Carlos Nobre diz que a capacidade do homem de transformar o sistema terrestre não tem paralelo entre as espécies e precisa ser usada para mitigar as mudanças. Palestra no dia 14/06/2008 no ciclo "Revolução genômica".

Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: