Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Ichthyofauna of two streams (silted and reference) in the Upper Paraná river basin, Southeastern Brazil

Título (Português): Ictiofauna de dois riachos (assoreado e referência) na bacia do Alto Rio Paraná, Sudeste do Brasil
Texto completo
Autor(es):
L. Casatti
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Brazilian Journal of Biology; v. 64, n. 4, p. 757-765, Nov. 2004.
Resumo

In this study the fish assemblages of the silted Águas Claras stream (AC) was compared with that of a reference, the São Carlos stream (SC), so as to identify potential fish indicators of integrity or degradation. Both streams, located about 5 km from one another, are part of the Upper Paraná river basin, Brazil, and present similar physiographical features. Twenty-one species were collected in AC (1,271 specimens) and 18 in SC (940 specimens). In AC, dominant species e.g., Corydoras aeneus (sandy pools), Serrapinnus notomelas, and Pyrrhulina australis (warm marginal shallow pools) were those favored by new microhabitats linked to siltation and removal of the riparian vegetation. Changes in the composition of the marginal vegetation resulted in dominance of species such as Hisonotus francirochai (marginal grasses). In SC the dominant species was Phalloceros caudimacultus, abundant in marginal shallow pools, and Trichomycterus diabolus. and Hypostomus nigromaculatus, exclusively riffle-dwelling species, which were absent in AC. Fish assemblage monitoring is recommended for use in riparian management programs in order to evaluate negative instream sedimentation effects. (AU)

Resumo

Neste trabalho, a ictiofauna de um riacho assoreado (córrego Águas Claras - AC) foi comparada com a de um riacho referência (córrego São Carlos - SC), com o objetivo de identificar espécies potencialmente indicadoras de integridade ou degradação. Os riachos localizam-se na bacia do Alto Rio Paraná, Brasil, estão distantes cerca de 5 km entre si e apresentam características fisiográficas semelhantes. Foram coletadas 21 espécies no AC (1.271 indivíduos) e 18 no SC (940 indivíduos). No AC, as espécies dominantes foram aquelas favorecidas por microhabitats relacionados ao assoreamento e à remoção da vegetação marginal, como Corydoras aeneus (poços de fundo de areia), Serrapinnus notomelas e Pyrrhulina australis (poços rasos marginais), e por alterações na vegetação marginal, como Hisonotus francirochai (bancos de gramíneas marginais). No SC, a espécie mais abundante foi Phalloceros caudimaculatus, freqüentemente encontrada em poços rasos marginais, seguida por Trichomycterus diabolus e Hypostomus nigromaculatus, exclusivamente encontradas em corredeiras e que, em contraste, não foram registradas no AC. Recomenda-se o monitoramento das comunidades de peixes em programas de recuperação de vegetação ripária para que sejam avaliados os efeitos do assoreamento sobre essas comunidades. (AU)

Processo FAPESP: 98/05072-8 - Diversidade de recursos pesqueiros das nascentes e cursos d’água do sistema hídrico do Alto Rio Paraná no Estado de São Paulo, Brasil
Beneficiário:Ricardo Macedo Corrêa e Castro
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Programa BIOTA - Temático
Processo FAPESP: 01/13340-7 - Avaliação da integridade biótica dos riachos da região Noroeste do estado de São Paulo, bacia do Alto Paraná, utilizando comunidades de peixes
Beneficiário:Lilian Casatti
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Programa BIOTA - Apoio a Jovens Pesquisadores
Processo FAPESP: 02/05996-2 - Avaliação da integridade biótica dos riachos da região noroeste do estado de São Paulo, Bacia do Alto Paraná, utilizando comunidades de peixes
Beneficiário:Lilian Casatti
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Programa BIOTA - Apoio a Jovens Pesquisadores