Busca avançada
Ano de início
Entree

Celulose microfibrilada aplicada a laminados compósitos poliméricos estruturais

Processo: 17/25766-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2018 - 31 de maio de 2020
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Aeroespacial
Pesquisador responsável:José Ricardo Tarpani
Beneficiário:José Ricardo Tarpani
Instituição-sede: Escola de Engenharia de São Carlos (EESC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Auxílios(s) vinculado(s):18/08327-2 - Rumo a uma abordagem efetiva para determinação da verdadeira resistência da interface fibra/matriz e seus efeitos nos mecanismos de danos em compósitos híbridos com micro/nano celulose, AP.R
Assunto(s):Materiais compósitos poliméricos  Laminados  Resinas epoxi  Celulose microfibrilada  Imperfeições e falhas dos materiais 

Resumo

Este projeto propõe o emprego de celulose microfibrilada (MFC - microfibrillated celulose) como subestrutura hierárquica de laminados compósitos estruturais multicamadas de matriz polimérica, em que a MFC terá dupla função: (i) como agente disperso de tenacificação da matriz de resina epóxi, e (ii) como agente de interfaceamento entre a matriz polimérica tenacificada e fibras contínuas cruas fortalecedoras de vidro. O projeto contempla a concepção, a manufatura, a prova mecânica por impacto balístico, e a caracterização em escalas de macro a nanoestrutural de laminados compósitos com elevada relação desempenho / custo e com reduzido impacto ambiental relativamente aos convencionais reforçados por fibras. Propõe-se o pré-tratamento da MFC recebida na forma de suspensão aquosa por intermédio do processo de troca de solventes orgânicos polares de modo a possibilitar a sua completa e uniforme dispersão volumétrica em resina epoxídica com caracteres, respectivamente, hidrofílico e hidrofóbico, bem como proporcionar a deposição homogênea e eficiente da MFC sobre as fibras de reforço de vidro anteriormente ao processo de manufatura do compósito por infusão de resina líquida assistida a vácuo. A presente proposta fia-se: (i) na experiência altamente positiva conquistada nos últimos três anos pelo GECoM no desenvolvimento e no aperfeiçoamento de uma metodologia inovadora em nível mundial (cujos resultados foram publicados em 04 periódicos indexados internacionais de alto fator de impacto, e cuja patente já foi depositada junto ao INPI) de aplicação de MFC como agente hierárquico de acoplagem entre resina epóxi e fibra contínuas de vidro e carbono cruas, (ii) na perícia obtida pelo grupo na condução de ampla gama de ensaios térmicos e mecânicos em laminados compósitos estruturais, e (iii) no domínio alcançado de técnicas de caracterização e de análise de falha de materiais compósitos em escalas de macro a nanoscópicas. (AU)