Busca avançada
Ano de início
Entree

Plano de desenvolvimento institucional em pesquisa e tecnologia para a vigilância e controle de vetores da Superintendência de Controle de Endemias - SUCEN (PDIp)

Processo: 17/50345-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa Modernização de Institutos Estaduais de Pesquisa
Vigência: 01 de junho de 2018 - 31 de maio de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Pesquisador responsável:Vera Lucia Fonseca de Camargo Neves
Beneficiário:Vera Lucia Fonseca de Camargo Neves
Instituição-sede: Superintendência de Controle de Endemias (SUCEN). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisadores principais:Adriano Pinter dos Santos ; Gerson Laurindo Barbosa ; Karin Kirchgatter Hildebrand
Bolsa(s) vinculada(s):18/23161-3 - Incremento da vigilância e monitoramento entomológico por meio da associação de atrativos químicos voltados as famílias Diptera: Culicidae e Psychodidae, vetores de doenças, BP.IC
18/16232-1 - Hemosporídeos e arbovírus emergentes em culicídeos e Culicoides do Parque Zoológico de São Paulo, BP.PD
Assunto(s):Epidemiologia  Inovações tecnológicas  Geoprocessamento  Controle de vetores 

Resumo

A Superintendência de Controle de Endemias desde a sua criação vem se especializando em pesquisas que fundamentem as estratégias adotadas para a vigilância e o controle de vetores e conta com 66 profissionais de nível superior, dos quais 40 estão na carreira de pesquisa científica. No entanto, a estrutura da Instituição não acompanhou a evolução das tecnologias disponíveis. Com este Plano de Desenvolvimento Institucional pretende-se a inovação tecnológica por meio da adequação física de sua estrutura e a aquisição de equipamentos a fim de promover a inovação e desenvolvimento tecnológico, utilizando a estrutura organizacional aprovada em 2001. Assim as unidades técnicas passarão a incorporar novas funcionalidades para o desenvolvimento técnico-científico e comporão os Centros de Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológicos - Cepetec: 1- Centro de Geoprocessamento e Estatística, no Departamentos Epidemiologia e Orientação Técnica; no comportará 02- Centro de Vigilância e Controle, no Departamento de Assessoria aos Municípios, composto por quatro Núcleos tecnológicos avançados e o 3 - Departamento de Laboratórios com seus Centros de especialidades. Para promover a disseminação desse conhecimento, a proteção intelectual e o estabelecimento de parcerias com outras instituições públicas e privadas serão desenvolvidos pelo Núcleo de Inovação Tecnológico - NIT. O plano atenderá as quatro dimensões propostas no edital. Com a criação dos Cepetec e respectivos núcleos a modernização do parque de equipamentos e a da estrutura física proporcionará um ambiente adequado para a ampliação da capacidade de criar conhecimento novo em C&T nas áreas estratégicas definidas. O estabelecimento de parcerias com outros centros de excelência em certames científicos nacionais e internacionais, entrevisto por meio de cursos específicos e projetos em colaboração, permitirá aumentar, tanto as parcerias público-privado, como a capacidade de acesso, compreensão e utilização do conhecimento científico tecnológico existente no mundo. Por último, o investimento nos estudos propostos e linhas de pesquisas a serem desenvolvidas permitirá aumentar a capacidade Institucional em inovação e desenvolvimento tecnológico, visando gerar conhecimento que reflita em melhor qualidade de vida para a população e a introdução de novos produtos que contribuam para a melhoria da prevenção e controle de doenças transmitidas por vetores. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Cinco vagas para jovem pesquisador em saúde coletiva com bolsa da FAPESP 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.