Busca avançada
Ano de início
Entree

IX congresso da ABraSD - Associação Brasileira de pesquisadores em sociologia do direito

Processo: 18/10149-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Organização de Reunião Científica
Vigência: 26 de setembro de 2018 - 28 de setembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Direito - Teoria do Direito
Pesquisador responsável:Celso Fernandes Campilongo
Beneficiário:Celso Fernandes Campilongo
Instituição-sede: Faculdade de Direito (FD). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Políticas públicas  Acesso à justiça 

Resumo

O Congresso Internacional (anual) da ABraSD (Associação Brasileira de Pesquisadores em Sociologia do Direito) de 2018 ocorrerá pela primeira vez em São Paulo. Nesta nona edição, será um evento internacional cuja temática girará em torno das "Sociedades Pós-Constitucionais e os 30 anos da Constituição Federal de 1988".O marco dos trinta anos da promulgação da Constituição Federal de 1988 é uma excelente oportunidade para fazer um balanço sobre o desenvolvimento da relação entre direito e sociedade no Brasil, possibilitando compreender como ocorre a adjudicação de direitos, o estudo sobre a performance de instituições e profissionais jurídicos, bem como o estudo comparado com experiências estrangeiras. Nesse sentido, mesas como Sociologia do Constitucionalismo, Acesso à Justiça, Teoria Crítica e Direito, Teoria dos Sistemas, Sociologia das Profissões Jurídicas, Memória da Sociologia Jurídica no Brasil, Sociologia das Políticas Públicas, Gênero e Racismo e Sociologia do Direito Penal já estão confirmadas no evento. Inclusive, os principais sociólogos do direito brasileiro já confirmaram presença, bem como colegas estrangeiros (Espanha, Portugal, Itália, Colombia, Chile, Inglaterra e Estados Unidos). A ideia é oferecer um ambiente para avaliar a coevolução entre nosso Estado Constitucional e a reflexão acadêmica na interface do direito com as ciências sociais. Além de recuperar a memória da sociologia do direito na construção e efetivação das nossas instituições constitucionais, o evento foi organizado de modo a refletir os desafios presentes nesse contexto e projetar linhas de pesquisa e redes de colaboração que deem conta dos novos desafios ao Estado Democrático de Direito. (AU)