Busca avançada
Ano de início
Entree

Nova tecnologia em tinta epóxi rica em zinco modificada com micro ou nanopartículas condutoras

Processo: 18/01196-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Parceria para Inovação Tecnológica - PITE
Vigência: 01 de dezembro de 2018 - 30 de novembro de 2021
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Metalurgia Física
Convênio/Acordo: EMBRAPII
Pesquisador responsável:Zehbour Panossian
Beneficiário:Zehbour Panossian
Instituição-sede: Instituto de Pesquisas Tecnológicas S/A (IPT). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Empresa: Vale S/A; Renner Herrmann S/A
Município: São Paulo
Pesquisadores principais:Adriano Marim de Oliveira ; Kleber Lanigra Guimarães
Pesq. associados: Danae Lopes Francisco ; Marília Santos Menossi ; Neusvaldo Lira de Almeida
Assunto(s):Nanopartículas  Polímeros condutores  Revestimentos  Resinas epoxi  Tintas  Zinco 

Resumo

O presente projeto visa desenvolver uma formulação de tinta rica em zinco (TRZ) que apresente boas propriedades mecânicas (como coesão e adesão) mantendo a condução elétrica. Essas tintas, já comercializadas, conferem excelente proteção contra corrosão de substratos de aço carbono, porém a elevada concentração de zinco compromete seu desempenho mecânico, ocasionando perda de qualidade da pintura e a proteção requerida para o substrato. O objetivo principal do projeto é desenvolver uma TRZ com teor de zinco reduzido em relação às tintas comerciais empregadas no mercado nacional, como tintas de fundo dos sistemas de pintura de alta resistência à corrosão. O projeto é constituído por três etapas, sendo que as duas primeiras se desenvolverão em paralelo e a terceira etapa dependerá do sucesso das duas primeiras. Estas etapas são: a) redução do teor de zinco na tinta para adição de nanopartículas de zinco, buscando garantir a ligação elétrica entre as partículas e entre o substrato e as partículas; b) síntese de nanopartículas poliméricas dopadas com polímero condutor (polianilina); c) incorporação das nanopartículas poliméricas dopadas com polímero condutor (polianilina) à TRZ desenvolvida com teor reduzido de zinco, objetivando a obtenção de uma TRZ capaz de fornecer um revestimento de elevada coesão, de elevada adesão ao substrato e de resistência à corrosão igual ou superior aos das tintas comerciais disponíveis no mercado brasileiro. (AU)