Busca avançada
Ano de início
Entree

Rotina de monitoramento de oleodutos por aeróstato cativo e câmera georreferenciada com alerta automático de perigo

Processo: 18/22525-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de julho de 2019 - 30 de junho de 2021
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Produção - Engenharia do Produto
Convênio/Acordo: FINEP - PIPE/PAPPE Subvenção
Pesquisador responsável:Bruno Avena de Azevedo
Beneficiário:Bruno Avena de Azevedo
Empresa:Altave Serviços de Manutenção e Instalação de Sistemas de Radiocomunicações Ltda. - ME
Município: São José dos Campos
Pesquisadores principais:Victória Maria Gomes Velame
Pesq. associados:Davi Ferreira de Castro ; Leonardo Vieira Costa ; Michelle Bueno Garcia
Assunto(s):Análise de imagens  Processamento de imagens  Georreferenciamento  Balões de grande altitude  Monitoramento  Oleodutos  Sistemas de alerta  Câmeras de precisão 

Resumo

Um grande problema atinge as companhias de petróleo nas últimas décadas: perdas de petróleo e combustíveis por ações externas nas redes de duto espalhadas no solo por quilômetros de distância, gerando um grande problema ambiental. Visando combater esse problema, as empresas têm desenvolvido sistemas de monitoramento de dutos através de sensores de vibração, sensores de tensão, sistemas de monitoramento através de fibra ótica, robôs carregados de sensores que viajam dentro dos dutos chamados de PIGs, e outras técnicas. Porém, eles têm se mostrado frágeis, pois nenhum sistema contempla um monitoramento visual e amplo. A ALTAVE oferece uma solução de monitoramento aéreo para os dutos. Neste projeto, propõe-se a utilização de aeróstatos para monitorar grandes faixas de dutos, combinando os conceitos de patrulha e dissuasão aplicados ao monitoramento aéreo e gerando alertas automáticos de atividade suspeita nos pontos monitorados. (AU)