Busca avançada
Ano de início
Entree

Táticas alternativas de reprodução e evolução associada de características anatômicas em machos de loliginídeos

Resumo

Lulas da família Loliginidae constituem um excelente grupo-modelo para explorar táticas alternativas de reprodução (TARs) em machos e sua associação ao tamanho corpóreo e a aspectos comportamentais e ontogenéticos. Indivíduos de grande porte disputam entre si a guarda e pareamento temporário com a fêmea, enquanto indivíduos de pequeno porte não apresentam comportamentos agonísticos, mas utilizam de táticas furtivas variadas para obter algum sucesso no acasalamento e fertilização. Há, entretanto, considerável flexibilidade comportamental na maioria das espécies, cujos machos podem mudar de tática de acordo com o contexto comportamental. As TARs em loliginídeos incluem diferenças na posição de cópula, sítio de deposição de espermatóforos, sucesso de fertilização e atributos espermáticos. A maioria dos atributos comportamentais e anatômicos associados ao dimorfismo intrassexual masculino são consistentes com predições clássicas da teoria da seleção sexual. Alguns atributos espermáticos, entretanto, evoluíram aparentemente em resposta aos distintos ambientes de fertilização a que estão sujeitos os espermatozoides de cada morfo. (AU)