Busca avançada
Ano de início
Entree

Ensaio de qPCR multiplex para detecção direta e quantificação de Colletotrichum truncatum, Corynespora casiicola e Sclerotinia sclerotiorum em sementes de soja.

Processo: 20/08093-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de julho de 2020 - 31 de dezembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Nelson Sidnei Massola Júnior
Beneficiário:Nelson Sidnei Massola Júnior
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Fitopatologia 

Resumo

A diagnose precisa das doenças de plantas é uma das mais efetivas ferramentas para minimizar perdas na produção. Colletotrichum truncatum, Corynespora cassiicola, and Sclerotinia sclerotiorum são comuns patógenos veiculados pelo solo que afetam soja em todo o mundo. Este trabalho desenvolveu um teste multiplex de PCR quantitativa em tempo real para detectar simultaneamente e quantificar três patógenos em sementes de soja, além de levantar suas ocorrências nas mais importantes regiões produtoras de soja do Brasil. Iniciadores espécie-específicos e sondas para C. truncatum e C. cassiicola foram desenhados com base nos genes GAPDH e TEF1, respectivamente, para serem combinados na detecção de S. sclerotiorum previamente descrita. O teste multiplex qPCR teve sucesso na cetecção simultânea de C. truncatum, C. cassicola e S. sclerotiorum, com um controle interno. Os quatro patógenos foram detectados e quantificados em sementes de soja naturalmente ou artificialmente infestadas, mesmo na mais baixa incidência testada, correspondente a 0,0625% ou uma semente infectada entre 1.599 sementes sadias. Dos 81 lotes de sementes testados, C. truncatum foi o patógeno mais frequentemente detectado, com os mais altos níveis de incidência (0,25 a 0,125%), seguido por S. sclerotiorum e C. cassicola, ambos com incidências menores (0,125 a 0,0625%). Os resultados evidenciaram a elevada sensibilidade do teste qPCR multiplex, indicando sua utilidade para uma rápida e confiável diagnose de doenças em sementes de soja. (AU)