Busca avançada
Ano de início
Entree

EMU concedido no processo 2021/02752-6: Sequenciador Seqstudio de 4 capilares - A34274

Resumo

A Neoplasia Endócrina Múltipla do tipo 2 (MEN2) é uma síndrome hereditária com padrão de herança autossômica dominante causada por mutações no gene RET e representada por associações de tumores de origem endócrina, dentre os quais se destaca o carcinoma medular de tiroide (MTC, do inglês "Medullary Thyroid Carcinoma"), que apresenta alta penetrância e expressividade variada. Trata-se de doença complexa, multifacetada e que exige uma abordagem multidisciplinar. Nosso grupo tem contribuído para a compreensão de sua genética, ancestralidade e manejo clínico. A presente proposta - derivada de questões decorrentes de resultados anteriores de nossas pesquisas, assim como de perguntas atuais e inovadoras relativas a MEN2 e MTC, visa dar continuidade aos Projetos Temáticos anteriores financiados pela FAPESP (2006/60402-1 e 2014/06570-6) que resultaram, até o momento, em 39 artigos originais e 17 teses. Para tal, incluímos um conjunto de novas questões translacionais sobre MEN2 e MTC relacionadas à biologia do desenvolvimento, à genética, à imunologia, à epidemiologia, ao mecanismo da doença e ao manejo clínico, dividido em 6 subprojetos correlacionados. O subprojeto 1 propõe o desenvolvimento de modelo animal de MEN2 em peixe Danio rerio ("zebrafish") para compreender o mecanismo associado ao desenvolvimento e progressão do MTC e estudar o efeito de novos fármacos sobre MTC. O subprojeto 2 destina-se a buscar a eventual correção de mutações do gene RET por meio da edição gênica pelo sistema CRISPR/Cas9 em linhagens celulares de MTC. O subprojeto 3 pretende entender a imunidade sistêmica e o microambiente tumoral do MTC com vistas a eventual imunoterapia para este tipo de tumor. O subprojeto 4 pretende ampliar o Consórcio BrasMEN (estabelecido em projeto anterior) para outras áreas do Brasil, com o objetivo de se obter uma visão mais abrangente dos genótipos e fenótipos brasileiros e responder a novas questões clínicas referentes ao manejo da MEN2. O subprojeto 5 avança nos estudos de ancestralidade das mutações RET no Brasil e procura compará-las dentro e fora do país, considerando-se as variações das populações e das geografias. O subprojeto 6 pretende avançar na correlação genótipo- fenótipo, principalmente na expressividade variada encontrada em nossa coorte de famílias com MEN2 do BrasMEN e nos pacientes com MTC "aparentemente" esporádicos, empregando estratégias de sequenciamento de nova geração e a análise de dados de bioinformática de larga escala disponíveis em bancos públicos. Para a consecução desses projetos organizou-se equipe completa, experiente e com inserção internacional. Nosso objetivo é expandir o conhecimento na área com questões relevantes e originais, decorrentes de nossa visão translacional, da experiência da equipe, das coortes organizadas de pacientes, da infraestrutura instalada em nossos laboratórios e centros médicos e do saber acumulado nestas últimas duas décadas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)