Busca avançada
Ano de início
Entree

Projeto Myconate

Processo: 00/13409-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de janeiro de 2002 - 30 de setembro de 2004
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Eli Sidney Lopes
Beneficiário:Eli Sidney Lopes
Empresa:Bio Soja Indústrias Químicas e Biológicas Ltda
Município: São Joaquim da Barra
Bolsa(s) vinculada(s):02/01878-5 - Projeto Myconate, BP.TT
01/10873-4 - Projeto Myconate, BP.PIPE
Assunto(s):Fungos micorrízicos 

Resumo

As micorrizas beneficiam as plantas de maneira direta porque promovem um aumento da absorção de nutrientes e também indiretamente por outros mecanismos. O aumento da absorção de nutrientes é promovido pelas hifas externas que decorrem da colonização interna do sistema radicular. As micorrizas arbusculares se estabelecem na maioria das plantas e têm grande importância nos ecossistemas naturais, visto que as plantas micotróficas normalmente são pioneiras em áreas com baixa disponibilidade de fósforo. Nos agrosistemas, as plantas têm bom desenvolvimento e produtividade elevada, com dosagens de adubação menores do que as normalmente recomendadas, quando elas possuem boa colonização micorrízica. A colonização micorrízica ocorre em condições naturais por meio de esporos, ou mesmo por hifas que sobrevivem em segmentos de raizes, remanescentes de cultivos ou vegetação natural anterior. No estudo de mecanismos da colonização micorrízica foi observado que algumas substâncias, dentre elas a formononetina produzida pelas raizes e exsudada na rizosfera, estimulavam esse processo. Logo após essa observação, a formononetina foi sintetizada em laboratório. A forma sintetizada também estimula a colonização micorrízica e daí resulta o seu potencial para uso agrícola como estimulante do desenvolvimento e da produção vegetal. O sal potássico da formononetina também estimula a colonização micorrízica e pode ser de manuseio mais simples do que a formononetina, por ser altamente solúvel em água. O presente projeto tem por objetivo demonstrar a eficiência agronômica desse estimulante de micorrização para as culturas do milho e da soja, com retorno econômico para o agricultor. Visa também a formulá-lo adequadamente para as nossas condições de cultivo. Serão conduzidos quatro experimentos com milho e quatro com soja, com o mesmo delineamento e tratamento em várias regiões do país, com o cultivar BRS 133 de soja e o híbrido BRS 3060 de milho. Serão conduzidos ainda experimentos em casa de vegetação para detalhar o conhecimento sobre a interação do produto com variedades de milho e soja e para sua aplicação no sistema de cultivo orgânico da batata e do algodão. (AU)