Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de fibras texteis a partir de celulose de bagaco de cana-de-acucar com a incorporacao de farmacos e enzimas para aplicacoes medicas.

Processo: 07/53577-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2008 - 31 de maio de 2010
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química
Pesquisador responsável:Adalberto Pessoa Junior
Beneficiário:Adalberto Pessoa Junior
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Megazol  Muramidase  Celulose 

Resumo

Neste trabalho será utilizada a celulose obtida a partir do bagaço de cana-de-açúcar para a produção de fibras têxteis. A celulose será obtida pelo processo de polpação sodalantraquinona. Após sua extração será submetida ao processo de branqueamento para remoção da lignina e obtenção de um material rico em celulose de alta pureza. A celulose será utilizada para a produção de uma fibra têxtil denominada de liocel. O liocel é uma fibra conhecida pelas boas propriedades de conforto que ela oferece ao vestuário. Para o desenvolvimento deste estudo prevê-se também a utilização da celulose pura de origem comercial e misturas de dois tipos de celulose em diferentes proporções (10, 20 e 30%), visando à produção de fibras com melhor qualidade. Este trabalho visa à aplicação destas novas fibras na área médica e para evitar possíveis contaminações com fungos destas fibras pretende-se fazer um estudo da incorporação do fármaco megazol (0,02 g/g fibra), que é capaz de atuar como antifúngico, bactericida e antiparasitário. Além do fármaco pretende-se também utilizar lisozima (5 mg/g fibra) e bromelina (5 mg/g fibra). A bromelina é uma enzima que é capaz de exercer propriedades antiinflamatórias. Para incorporação do fármaco e das enzimas nas fibras, serão testados alguns métodos de covalentes. Espera-se com este estudo não somente promover uma aplicação mais nobre para o bagaço de cana-de-açúcar que é um resíduo queimado nas usinas para geração de energia, mas também desenvolver novos materiais para serem aplicados na área médica com custo mais acessível e ecologicamente corretos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio::
Fibra bactericida 
Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)