Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel das metaloproteinases da matriz extracelular (MMP-2, MMP-9 e mt-mmp) no processo de invasão tumoral da neoplasia do colo uterino

Processo: 07/54709-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2007 - 30 de abril de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Luiz Carlos Zeferino
Beneficiário:Luiz Carlos Zeferino
Instituição-sede: Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (CAISM). Hospital da Mulher Professor Doutor José Aristodemo Pinotti. Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Imuno-histoquímica  Metaloproteinases  Neoplasias de células escamosas  Colo uterino  Angiogênese 

Resumo

Introdução: As neoplasias cervicais invasoras são precedidas por neoplasias intra-epiteliais (NIC) que possuem potencial de progressão. A invasão por células tumorais envolve a degradação da matriz extracelular e da membrana basal do epitélio por metaloproteinases (MMPs). Maior expressão de MMP2, MMP9 e MMP tipo membrana (MT-MMP) está associada à invasão tumoral. Os inibidores teciduais de atividade das metaloproteinases (TIMPs) também estão envolvidos no processo de invasão. Angiogênese é uma condição indispensável para a progressão tumoral. MMPs podem ter efeito pró-angiogênico por estimularem a liberação de fator de crescimento endotelial vascular (VEGF). Elevada expressão de VEGF tem sido associada à NIC 3 e carcinoma cervical. Já o antígeno M2A, detectado pelo anticorpo D2-40, pode desempenhar um importante papel na interação das células tumorais com os vasos linfáticos. Objetivo: Contribuir para o melhor entendimento do papel das proteínas MMP-2, MMP-9, MT1-MMP na carcinogênese do colo uterino e analisar a sua interação com TIMP-1, TIMP-2 e com marcadores de angiogênese VEGF-A e D2-40. Sujeito e Métodos: Será um estudo do tipo caso-controle constituído de três grupos. O primeiro grupo corresponde a 45 mulheres com diagnósticos histológicos de NIC 3, o segundo grupo composto por 45 mulheres portadoras de neoplasias de colo uterino com componentes intra-epiteliais e invasores e o terceiro grupo composto por 45 mulheres com exclusivamente carcinoma invasor. A expressão protéica será pesquisada através de técnicas imunoistoquímicas. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
AZEVEDO MARTINS, JORDANA MARIA; RABELO-SANTOS, SILVIA HELENA; DO AMARAL WESTIN, MARIA CRISTINA; ZEFERINO, LUIZ CARLOS. Tumoral and stromal expression of MMP-2, MMP-9, MMP-14, TIMP-1, TIMP-2, and VEGF-A in cervical cancer patient survival: a competing risk analysis. BMC CANCER, v. 20, n. 1 JUL 15 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.