Busca avançada
Ano de início
Entree

Programa experimental de exercícios abdominais realizados com sobrecargas: um estudo eletromiográfico

Processo: 10/05330-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2010 - 31 de julho de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Antonio Carlos de Moraes
Beneficiário:Antonio Carlos de Moraes
Instituição-sede: Faculdade de Educação Física (FEF). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Exercício físico  Músculos abdominais  Eletromiografia 

Resumo

O exercício "Crunch" apresenta menor compressão da coluna vertebral da região lombar quando comparado ao exercício abdominal denominado Sit-up, porém os músculos abdomi-nais são menos ativados. Assim, estratégias que buscam maximizar a ativação abdominal durante a execução do "Crunch" passam a ser importantes na otimização saudável do treinamento de força abdominal. A utilização de exercícios realizados com sobrecarga tem sido referenciada na literatura como adequada para diversos exercícios e músculos. Recentemente demonstramos a ativação da musculatura abdominal com a utilização com diferentes cargas externas, no entanto, é tímida a pesquisa sobre os efeitos longitudinais desse tipo de exercício. Dessa forma, o presente estudo propõe-se aferir os efeitos de um programa de 12 semanas de treinamento para a musculatura abdominal utilizando-se o exercício abdominal "crunch" realizado com sobrecarga. Serão selecionados para o estudo 30 universitários de ambos os sexos, na faixa etária entre 18 e 25 anos, no qual serão subdivididos aleatoriamente em grupo treinamento e grupo controle. O desempenho e as respostas eletromiográficas dos músculos Reto Abdominal e Oblíquo Externo serão aferidos em três momentos: pré, pós oito e pós 12 sema-nas de treinamento. O programa de treinamento será constituído de três séries de 30 repetições com carga de 20% em relação ao teste de carga máxima. Serão utilizados eletrodos (superfície) ativos. Os sinais eletromiográficos brutos serão expressos em root-mean-square (RMS) e freqüência mediana (FM) e serão analisados os efeitos sobre a ativação muscular nas fases concêntricas e excêntricas do exercício. (AU)