Busca avançada
Ano de início
Entree

Clonagem, expressão e caracterização (funcional e estrutural) dos domínios isolados do Amblyomin-X

Processo: 11/50493-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2011 - 31 de janeiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Química de Macromoléculas
Pesquisador responsável:Isabel de Fátima Correia Batista
Beneficiário:Isabel de Fátima Correia Batista
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Cristalografia de proteínas  Inibidores de proteases  Amblyomin-X 

Resumo

Além do reconhecido papel das proteases nos sistemas fisiológicos, essas moléculas também estão envolvidas em eventos patológicos, e uma das formas mais eficientes para a sua modulação processo é a ação dos inibidores. O Amblyomin-X (Amblyomma cajennense inhibitor of Fator Xa) é uma proteína recombinante, que inicialmente foi obtida com uma cauda de histidinas, apresenta massa molecular de aproximadamente 14 kDa e similaridade com um dos domínios do tipo Kunitz, inibe o Fator Xa da coagulação e causa citotoxicidade em células tumorais. Devido às suas características, o Amblyomin-X se tomou um composto de grande interesse, e por isso já foi objeto de uma patente (PI 0406057-1). O Amblyomin-X é composto por dois domínios estruturais, e atua tanto na hemostasia (Batista et al., 2010), quanto na morte de células tumorais (Chudzinski-Tavassi et al., 2010). Devido ao seu caráter multifuncional esta molécula apresenta um grande desafio, que é a elucidação do seu mecanismo de ação. Dessa forma, o presente projeto tem por objetivo geral correlacionar os aspectos estruturais do Amblyomin-X com sua atividade, e para tanto metodologias de clonagem, expressão, purificação, caracterização estrutural e funcional serão adotadas com a finalidade de contribuir para a identificação de alvos específicos que estejam envolvidos no processo hemostático e de apoptose. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.