Busca avançada
Ano de início
Entree

Fortalecimento das pesquisas na área de ensaios não destrutivos aplicados à madeira utilizando propagação de ondas

Processo: 11/08612-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Vigência: 26 de setembro de 2011 - 29 de outubro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Florestais e Engenharia Florestal - Tecnologia e Utilização de Produtos Florestais
Pesquisador responsável:Raquel Gonçalves
Beneficiário:Raquel Gonçalves
Pesquisador visitante: Esther Merlo Sanchez
Inst. do pesquisador visitante: Centro de Innovación e Servizos Tecnolóxicos da Madeira de Galicia (CIS-Madeira), Espanha
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Agrícola (FEAGRI). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Ensaios não destrutivos  Árvores florestais  Madeira  Intercâmbio de pesquisadores  Cooperação internacional 

Resumo

Antecedentes da Parceria: Os primeiros contatos e discussões com a Pesquisadora Esther Merlo, a respeito de projetos em ensaios não destrutivos da madeira ocorreram durante o 16th International Symposium on Nondestructive Testing and Evaluation of Wood, realizado em outubro de 2009 em Beijing - China. Nessa oportunidade foi possível verificar que havia muitas oportunidades para a realização de intercâmbios entre nossas Instituições, uma vez que ambas vêm atuando em ensaios de propagação de ondas realizados desde a árvore viva visando a obtenção de parâmetros para a classificação da madeira com fins estruturais. Desse primeiro contato o intercâmbio teve procedimento via internet e, em fevereiro de 2010, a convite da pesquisadora e com financiamento do CISMADEIRA, ocorreu a primeira atividade conjunta em pesquisa, com nossa atuação no projeto "Structural characterization of beams through sonic methods". Durante essa estadia na Espanha a Pesquisadora reuniu grupo de pesquisadores de outras instituições da Espanha e, também, da Itália, para juntos discutirmos aspectos relacionados à classificação da madeira por métodos não destrutivos de propagação de ondas. Também durante a ocasião esse grupo de pesquisadores conduziu testes em vigas de tamanho estrutural utilizando diferentes métodos e equipamentos de propagação de ondas, dentre os quais o equipamento o equipamento desenvolvido pelo grupo de pesquisa do LabEND/FEAGRI/UNICAMP em parceria com a empresa de base tecnológica, a AGRICEF. Os resultados parciais desses ensaios permitiram a produção de um artigo que será apresentado de forma Oral no 17th International Symposium on Nondestructive Testing and Evaluation of Wood que será realizado em Setembro de 2011 em Sopron, Hungria.Após nosso retorno ao Brasil os contatos continuaram via e-mail e os resultados obtidos nos ensaios na Espanha, acrescido de resultados complementares obtidos pelo grupo de pesquisa da pesquisadora, estão sendo avaliados para a elaboração de artigo científico a ser submetido à periódico. Plano da Visita: Para dar continuidade a esse intercâmbio, a Dra. Esther Merlo está agora sendo convidada a participar, na condição de Pesquisadora Visitante em nossa Instituição. O plano de trabalho proposto para o período (25 de setembro a 29 de outubro) em que a mesma estará em nossa Instituição (detalhado no Programa das atividades e cronograma) inclui a discussão de resultados e a continuidade do projeto iniciado na Espanha, a participação em discussão de metodologias, resultados e ensaios de projetos em desenvolvimento em nosso grupo de pesquisa, a visita à algumas Instituições que atuam na área de florestas e madeiras (Departamentos de Engenharia Florestal da Esalq/USP e da Universidade de Brasilia/UNB e Laboratório de Produtos Florestais do Serviço Florestal Brasileiro (LPF)/Brasila); a visita/ensaios em florestas de empresas do Estado de São Paulo com as quais nosso grupo desenvolve pesquisas e a participação, com palestra, em disciplinas do curso de graduação e de pós-graduação que envolvem o tema madeira. Os Departamentos de Engenharia Florestal citados foram escolhidos por estarem atuando em tópicos ligados aos dos projetos envolvidos nessa visita e, também, por serem parceiros em pesquisas de nosso grupo. O LPF (Brasília) foi escolhido para a visita da pesquisadora por possuir equipe multidisciplinar, abrangendo anatomia e morfologia, biodegradação e preservação, energia, química, secagem e caracterização e classificação da madeira. Além disso, esse laboratório conta com modernos equipamentos e instalações bem preparadas para receber adequadamente um visitante do exterior, permitindo visão global das pesquisas ligadas às florestas brasileiras já que pertence ao Serviço Florestal Brasileiro. Futuras atividades da parceria: Há planejamento para que a aluna de Doutorado, do grupo de pesquisa do LabEND, sob minha orientação e bolsista da FAPESP, realize um estágio no CISMADEIRA. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.