Busca avançada
Ano de início
Entree

Explorando a química do ouro e suas oportunidades únicas em catálise para conversão de biomassa em produtos químicos bioderivados

Processo: 12/08691-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2012 - 31 de julho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:Liane Marcia Rossi
Beneficiário:Liane Marcia Rossi
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Catálise  Ouro  Biomassa  Oxidação química  Catalisadores  Materiais nanoestruturados 

Resumo

A utilização de biomassa renovável - carboidratos em geral, e açúcares em particular, como matérias-primas para a indústria química é modesta quando se considera a alta disponibilidade, o baixo custo e o enorme potencial ainda inexplorado. Os esforços para impulsionar a produção de produtos bio-derivados visando a substituição dos petroquímicos certamente incluem o desenvolvimento de novos processos catalíticos. A química de ouro oferece oportunidades únicas em catálise, em geral, e uma excelente alternativa para o desenvolvimento de processos industriais viáveis para o uso de biomassa renovável. Nanocatalisadores de ouro vêm demonstrando excelentes propriedades catalíticas e alta seletividade em diversas reações envolvendo principalmente oxidações catalíticas, embora o ouro ainda tem um impacto limitado sobre a catálise industrial. Este projeto de pesquisa visa o desenvolvimento de sistemas catalíticos a base de ouro e ouro associado a outros metais (por exemplo, Pd, Cu, Pt) para emprego em reações de oxidação de alcoóis, polióis e açúcares. A oxidação de alcoóis por catalisadores de ouro já vem sendo estudada em nosso grupo, com excelentes resultados preliminares, porém por meio desta proposta pretendemos ampliar o escopo de substratos até chegarmos às reações de oxidação catalíticas de açúcares e obtenção de produtos bioderivados. A oxidação seletiva é uma das mais importantes transformações de grupos funcionais dentro da química orgânica, sendo crucial em processos industriais. As classes de compostos orgânicos contendo oxigênio, tais como epóxidos, cetonas, aldeídos, álcoois e ácidos, servem de intermediários na fabricação de plásticos, detergentes, tintas, etc. O Brasil é um país com grande potencial para a geração de diversos tipos de biomassas e, portanto, deve desenvolver tecnologias capazes de utilizá-las. Em se tratando de biomassas baseadas em carboidra¬tos, as oportunidades são enormes, não somente como matérias-primas para a produção de combustíveis, mas também para a fabricação de novos intermediários químicos e materiais de maior valor agregado. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
VONO, LUCAS L. R.; DAMASCENO, CAMILA C.; MATOS, JIVALDO R.; JARDIM, RENATO F.; LANDERS, RICHARD; MASUNAGA, SUELI H.; ROSSI, LIANE M. Separation technology meets green chemistry: development of magnetically recoverable catalyst supports containing silica, ceria, and titania. Pure and Applied Chemistry, v. 90, n. 1, p. 133-141, JAN 2018. Citações Web of Science: 1.
WOJCIESZAK, ROBERT; CUCCOVIA, IOLANDA M.; SILVA, MARCIA A.; ROSSI, LIANE M. Selective oxidation of glucose to glucuronic acid by cesium-promoted gold nanoparticle catalyst. JOURNAL OF MOLECULAR CATALYSIS A-CHEMICAL, v. 422, n. SI, p. 35-42, OCT 2016. Citações Web of Science: 16.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.