Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de sistemas nanoestruturados contendo pontos quânticos a base de ZnO para aplicação em diagnóstico por imagem e vetorização de fármacos

Processo: 13/25711-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2014 - 31 de maio de 2016
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Leila Aparecida Chiavacci Favorin
Beneficiário:Leila Aparecida Chiavacci Favorin
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFAR). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Óxido de zinco  Pontos quânticos  Processo sol-gel  Nanomedicina  Nanopartículas  Ressonância magnética  Sistemas teranósticos 

Resumo

A liberação específica de princípios ativos representa um grande desafio para o tratamento de diversas doenças, em particular o câncer. As moléculas ativas devem ser capazes de vencer barreiras que as separam do sítio de administração ou do local de ação desejado. A concepção de nanosistemas capazes de transportar o princípio ativo, de melhorar a sua distribuição e de limitar os efeitos colaterais, representa um importante avanço na vetorização de certas moléculas. A pesquisa mais inovadora está na concepção de sistemas "teranósticos" que combinam uma função diagnóstica, graças à imagem, e uma função terapêutica, graças à vetorização de um princípio ativo. O objetivo desse projeto é demonstrar que os pontos quânticos a base de óxido de zinco obtidos pelo processo sol-gel podem ser incorporados com sucesso em nanopartículas poliméricas ou lipídicas multifuncionais para uso simultâneo em diagnóstico por imagem e no transporte de princípio ativos. A inserção de diferentes cátions metálicos pode conferir aos pontos quânticos de ZnO propriedades magnéticas características de agentes de contraste para imagem por ressonância magnética, permitindo assim combinar dois tipos de imagem, a fluorescente e a por ressonância magnética. A primeira etapa deste projeto consiste em determinar os parâmetros que permitirão melhorar as propriedades óticas, magnéticas e de superfície dos pontos quânticos a base de ZnO obtidos pelo processo sol-gel através de um estudo fundamental que visa correlacionar as condições de síntese, a estrutura dos pontos quânticos e as suas propriedades. As nanopartículas de ZnO podem ser produzidas com superfície funcionalizada e a preços baixos pelo processo sol-gel. Em uma segunda etapa, esses pontos quânticos serão inseridos em vetores lipídicos ou poliméricos de fármacos. A última etapa consistira em um estudo in vitro da toxicidade e da internalização celular dessas nanopartículas. Este projeto conta com a participação de grupos de pesquisa franceses chefiados pela Dra. Claudie Bourgaux e é apoiado pelo programa CAPES/COFECUB, projeto n°767/13. (AU)