Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de complexos de Ru(II) luminescentes para reconhecer e mapear in vitro e em tempo real os processos de agregação do peptídeo b-amilóide e da proteína tau e explorar a atividade antioxidante e inibidora da enzima acetilcolinesterase

Processo: 14/12538-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2014 - 31 de outubro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Inorgânica
Pesquisador responsável:Rose Maria Carlos
Beneficiário:Rose Maria Carlos
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Biofísica  Doenças neurodegenerativas  Doença de Alzheimer  Estresse oxidativo  Fotofísica  Peptídeos beta-amiloides 

Resumo

Esta solicitação requer auxílio financeiro para a aquisição de um espectrômetro FluoTime 100 da PICO-QUANT, reagentes, solventes, gases, vidrarias e serviços de terceiros para viabilizar o desenvolvimento de complexos de metais de transição luminescentes para reconhecer e mapear em tempo real as alterações estruturais que levam ao processo de formação e agregação do peptídeo b-amilóide (bA) e dos emaranhados neurofibrilares da proteína Tau (t). Entender como estes compostos interagem com estas biomoléculas tem implicações importantes no desenvolvimento de sondas para o sistema nervoso central (SNC), e, em particular, podem vir a viabilizar o diagnóstico por imagem luminescente da doença de Alzheimer já nos estágios iniciais. Nossa estratégia é preparar complexos luminescentes contendo moléculas de aminopiridinas, (Apy) uma vez que essas moléculas são usadas para estimular a atividade neuronal sináptica no cérebro. A luminescência intensa do complexo, provenientes das transições eletrônicas de MLCT (Ru’phen), possibilitará o acompanhamento das alterações estruturais do peptídeo bA e proteina t- em tempo real utilizando a técnica espectroscópica de luminescência resolvida no tempo. Os complexos propostos foram planejados para apresentarem as características necessárias para este tipo de investigação: facilidade de síntese e solubilidade em meio aquoso e caráter lipofílico, absorção e emissão intensas na região do vermelho e deslocamentos de Stokes significativos que minimizam problemas de auto-supressão e interferências com fluoróforos biológicos naturais. Pretendemos também explorar a capacidade destes complexos de inibir in vitro a atividade da enzima acetilcolinesterase bem como a atividade antioxidante dos mesmos alvos importantes da DA. Espera-se assim, que esta pesquisa abra novas possibilidades para a atividade ótica de complexos luminescentes em doenças neurodegenerativas. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DOS SANTOS, EDJANE R.; PINA, JOAO; VENANCIO, TIAGO; SERPA, CARLOS; MARTINHO, JOSE M. G.; CARLOS, ROSE MARIA. Photoinduced Energy and Electron-Transfer Reactions by Polypyridine Ruthenium(II) Complexes Containing a Derivatized Perylene Diimide. Journal of Physical Chemistry C, v. 120, n. 40, p. 22831-22843, OCT 13 2016. Citações Web of Science: 9.
SILVA, DEBORA E. S.; CALI, MARIANA P.; PAZIN, WALLANCE M.; CARLOS-LIMA, ESTEVAO; SALLES TREVISAN, MARIA TERESA; VENANCIO, TIAGO; ARCISIO-MIRANDA, MANOEL; ITO, AMANDO S.; CARLOS, ROSE M. Luminescent Ru(II) Phenanthroline Complexes as a Probe for Real-Time Imaging of A beta Self-Aggregation and Therapeutic Applications in Alzheimer's Disease. Journal of Medicinal Chemistry, v. 59, n. 19, p. 9215-9227, OCT 13 2016. Citações Web of Science: 7.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.