Busca avançada
Ano de início
Entree

Laser terapêutico e compósitos de Biosilicato®/magnésio/colágeno, utilizados em associação ou isolados: avaliação biológica in vitro e in vivo no tecido ósseo

Resumo

Durante o processo de reparo ósseo, cerca de 5 a 10% dos casos podem culminar em um processo de consolidação anormal e resultar em um atraso na consolidação ou não união óssea. Esse quadro clinico está relacionado a altos índices de morbidade e mortalidade e elevados custos ao sistema de saúde. Desta forma, se faz necessário a investigação de tratamentos que apresentem potencial osteogênico e que tenham a capacidade para acelerar o processo de reparo ósseo. Dentre estes recursos, pode-se evidenciar a aplicação de biomateriais como, por exemplo, os materiais bioativos, como o Biosilicato® e a utilização destes com outros materiais, dentre o magnésio e colágeno. Além disso, o laser terapêutico de baixa intensidade (LLLT) também é amplamente utilizado para acelerar o metabolismo ósseo e a associação deste recurso com os biomateriais vem sendo investigada por alguns autores. No entanto, não existem estudos que demonstrem a utilização desses recursos associados no processo de reparo ósseo. Desta forma, o objetivo do presente estudo é avaliar a biocompatibilidade dos compósitos de Biosilicato®/magnésio/colágeno associados ou não ao LLLT, por meio de estudo in vitro. Além disso, objetiva-se avaliar, através de estudos in vivo, os efeitos destes compósitos associados ou não ao LLLT, no reparo de defeitos críticos induzidos em calota craniana em ratos. Para isto, serão realizados, testes in vitro de citotoxicidade e de genotoxicidade. Para os testes in vivo, serão utilizados ratos wistar machos, submetidos ao procedimento cirúrgico para realização do defeito ósseo na calota craniana e randomizados em 9 grupos: Biosilicato®, LLLT, Biosilicato® e LLLT, Biosilicato®/magnésio, Biosilicato®/magnésio e LLLT, Biosilicato®/colágeno, Biosilicato®/colágeno e LLLT, Biosilicato®/magnésio/colágeno, Biosilicato®/magnésio/colágeno e LLLT. Os animais serão eutanaziados nos 15º e 30º dias após a realização do defeito ósseo. Serão realizadas as seguintes análises: análise histopatológica, morfométrica, imunohistoquímica e de microtomografia computadorizada. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PAIVA MAGRI, ANGELA MARIA; FERNANDES, KELLY ROSSETTI; KIDO, HUELITON WILIAN; FERNANDES, GABRIELA SODANO; FERMINO, STEPHANIE DE SOUZA; GABBAI-ARMELIN, PAULO ROBERTO; CORREA BRAGA, FRANSCISCO JOSE; GOES, ANTIA PEREIRADE; DOS SANTOS PRADO, JOSE LUCAS; GRANITO, RENATA NEVES; MUNIZ RENNO, ANA CLAUDIA. Bioglass/PLGA associated to photobiomodulation: effects on the healing process in an experimental model of calvarial bone defect. JOURNAL OF MATERIALS SCIENCE-MATERIALS IN MEDICINE, v. 30, n. 9 SEP 2019. Citações Web of Science: 0.
PAIVA MAGRI, ANGELA MARIA; FERNANDES, KELLY ROSSETTI; ASSIS, LIVIA; KIDO, HUELITON WILIAN; AVANZI, INGRID REGINA; MEDEIROS, MATHEUS DA CRUZ; GRANITO, RENATA NEVES; CORREA BRAGA, FRANCISCO JOSE; MUNIZ RENNO, ANA CLAUDIA. Incorporation of collagen and PLGA in bioactive glass: in vivo biological evaluation. International Journal of Biological Macromolecules, v. 134, p. 869-881, AUG 1 2019. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.