Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento e implementação de métodos de imagens por ressonância magnética utilizando codificação espaço-temporal para aplicação em um sistema portátil apenas de cabeça

Processo: 15/06183-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Vigência: 07 de junho de 2015 - 20 de junho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física da Matéria Condensada
Pesquisador responsável:Alberto Tannús
Beneficiário:Alberto Tannús
Pesquisador visitante: Michael Gale Garwood
Inst. do pesquisador visitante: University of Minnesota (U of M), Estados Unidos
Instituição-sede: Instituto de Física de São Carlos (IFSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Imagem por ressonância magnética funcional  Ressonância magnética nuclear 

Resumo

As técnicas de imagens por Ressonância Magnética continuam a desempenhar um papel fundamental na compreensão do cérebro humano. No entanto, muitos aspectos técnicos da tecnologia de ressonância magnética atual limitam a diversidade de informações que ela pode proporcionar. Aumentar a portabilidade e especificidade desses sistemas traria vantagens significativas para aplicações na área de neurociências, por exemplo, que se beneficiaria sobremaneira de um sistema dedicado a imagens da cabeça. Entretanto, alcançar esse objetivo exigirá nova tecnologia para o magneto, nova física de imagem na forma de novos métodos, nova tecnologia do Espectrômetro Digital de RM, múltiplos canais de transmissão e recepção de RF, e novo conceito que substitua os correntes conceitos de shimming e de gradientes. Nosso grupo finalizou recentemente o desenvolvimento de um espectrômetro digital e as necessidades mais fundamentais deste projeto são supridas pelo nosso conceito de espectrômetro. Além do hardware específico, a utilização de magnetos menores dedicados a uma determinada anatomia demanda o desenvolvimento de técnicas de imagens que possam ser aplicadas em condições adversas, como campo magnético não homogêneo. A visita do Prof. Garwood visa fortalecer a colaboração entre ambos os laboratórios além de iniciar a primeira implementação em um sistema de imagens do método denominado STEREO, proposto pelo próprio pesquisador visitante. Além desta importante colaboração científica, o visitante ministrará uma série de seminários para nosso grupo e colaboradores, bem como para toda nossa comunidade. (AU)