Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificação de aletrações genéticas e cromossômicas no exoma completo de pacientes com hipotireoidismo congênito por disgenesia tireoidana

Processo: 14/24549-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2015 - 31 de janeiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Pesquisador responsável:Ileana Gabriela Sánchez de Rubió
Beneficiário:Ileana Gabriela Sánchez de Rubió
Instituição-sede: Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas (ICAQF). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Diadema. Diadema , SP, Brasil
Pesq. associados:Diego Robles Mazzotti
Assunto(s):Biologia molecular  Disgenesia da tireoide  Hipotireoidismo congênito  Exoma  Mutação  Sequenciamento de nova geração 

Resumo

O hipotireoidismo congênito (HC) constitui a síndrome endócrina pediátrica mais frequente (1:1.500 a 1:4.000 nascidos-vivos) cuja principal causa é a disgenesia tireoidiana (DT) (75% dos casos). A DT decorre de defeitos embriológicos que provocam agenesia glandular (ausência de tecido tireoideo, 15%), ectopia (glândula fora da posição cervical normal, 65%) ou hipoplasia (glândula de tamanho reduzido, em posição normal, 10%). Até o momento, as causas genéticas foram identificadas em somente 5% dos casos de DT, envolvendo mutações nos genes PAX-8 e do receptor de TSH, e em FOXE1, NKX2.1, NKX2.5 e TBX1 associadas a outras malformações. Ainda não foi determinado o padrão de herança das DTs, se há heterogeneidade genética/alélica ou se outros genes estão envolvidos. Assim, é consenso na literatura que as DTs são ainda um enigma que precisa ser resolvido. Portanto, neste estudo propomos ampliar a investigação das bases moleculares da disgenesia tireoidiana através da pesquisa de alterações gênicas e cromossômicas no exoma completo e regiões regulatórias (UTRs e de ligação de microRNAs) de pacientes com DT, visando identificar aquelas com significado clínico. Serão incluídos 45 pacientes com DT que não possuem mutações nos genes PAX8 ou TSHR, divididos em 3 grupos: ectopia, atireose, hipoplasia. Serão coletados dados clínicos e laboratoriais dos pacientes e amostras de sangue periférico para extração de DNA. Será realizado sequenciamento de nova geração com captura do exoma ampliado (exoma e regiões regulatórias) que avalia ~62Mb/amostra, e cobertura de 200 vezes, em plataforma Illumina® NextSeq" 500. Os resultados serão comparados com a sequência de referência do genoma humano (GRCh37/Hg19) e outros bancos de dados utilizando ferramentas de bioinformática para selecionar variantes gênicas (SNPs), pequenas inserções e deleções, variações de número de cópias (CNVs) e outras alterações cromossômicas com significado clínico. Os resultados serão validados também através do rastreamento das alterações em 150 amostras de DNA de indivíduos controles normais. Este projeto é inédito, os resultados contribuirão tanto para a área de pesquisa básica como clínica. Uma vez que permitirão identificar genes e vias moleculares envolvidos na patogênese das DTs, avaliar a correlação genótipo/fenótipo e a existência de heterogeneidade de locus ou alélica. Também auxiliarão o acompanhamento dos pacientes caso seja detectada associação entre a alteração genética e características clínicas dos paciente e aportarão novos conhecimentos das bases genéticas do desenvolvimento "normal da glândula tireoide". (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CAMARGO, ROSALINDA YASATO; KANAMURA, CRISTINA TAKAMI; FRIGUGLIETTI, CELSO UBIRAJARA; NOGUEIRA, CELIA REGINA; IORCANSKY, SONIA; TINCANI, ALFIO JOSE; BEZERRA, ANA KARINA; BRUST, ESTER; KOYAMA, FERNANDA CHRISTTANINI; CAMARGO, ANAMARIA ARANHA; REGO, FERNANDA ORPINELLI R.; FAVORETTO GALANTE, PEDRO ALEXANDRE; MEDEIROS-NETO, GERALDO; SANCHEZ RUBIO, ILEANA GABRIELA. Histopathological Characterization and Whole Exome Sequencing of Ectopic Thyroid: Fetal Architecture in a Functional Ectopic Gland from Adult Patient. INTERNATIONAL JOURNAL OF ENDOCRINOLOGY, 2018. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.