Busca avançada
Ano de início
Entree

Núcleos fracamente ligados e mecanismos de quebra com e sem transferências

Processo: 16/04612-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2016 - 31 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física Nuclear
Pesquisador responsável:Jose Roberto Brandão de Oliveira
Beneficiário:Jose Roberto Brandão de Oliveira
Instituição-sede: Instituto de Física (IF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Juan Antonio Alcántara Núñez ; Kumar Raju Mukhi ; Leandro Romero Gasques ; Marcos Aurelio Gonzalez Alvarez ; Mauricio Moralles ; Nilberto Heder Medina ; Vinicius Antonio Bocaline Zagatto
Auxílios(s) vinculado(s):17/50160-5 - Collaboration for the performance of experiments and development of instrumentation under the NUMEN and NC1 Projects, AP.R
Assunto(s):Reações nucleares 

Resumo

Propõe-se a montagem de novos tipos de detectores para medidas de reações com feixes estáveis fracamente ligados e feixes radioativos. Arranjos experimentais com estes detectores, envolvendo coincidências cinemáticas entre partículas carregadas e com raios gama, permitirão a investigação detalhada dos mecanismos de quebra de núcleos fracamente ligados, cuja importância em processos astrofísicos é amplamente reconhecida, além do próprio interesse físico fundamental do problema de espalhamento que envolve o acoplamento com estados do continuum. Os experimentos serão realizados no Acelerador Pelletron do IFUSP, com e sem a utilização do sistema RIBRAS para produção de feixes radioativos. O projeto permitirá iniciar um programa promissor em conexão com outros projetos locais e em colaborações internacionais, com grandes desafios tecnológicos. São solicitados recursos para construção de 2 detectores de cintiladores LYSO(Ce) de 3×3 pixels acoplados a fotomultiplicadoras de silício (SiPM), cuja resolução em energia é suficiente para as medidas propostas, e apresentam alta eficiência de foto-pico e relativamente baixo custo, e um sistema de telescópios ”E-E tipo phoswich (cintiladores plásticos) com alta granularidade, também com SiPMs, e que apresentam tolerância a altas taxas de contagens. Propomos a medida das reações de 7Li + 120Sn, 9Be + 154Sm, e 8Li + 154Sm, entre outras possibilidades, a energias próximas da barreira. Os resultados contribuirão para o desenvolvimento dos modelos teóricos que visam a descrição dos processos e previsões quantitativas das seções de choque. (AU)