Busca avançada
Ano de início
Entree

Perfusão cerebral em pacientes com doença falciforme avaliada através de ultrassonografia com contraste de microbolhas comparado com tomografia computadorizada por emissão de fótons únicos (Single Photon Emission Computed Tomography - SPECT)

Processo: 16/21112-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2017 - 30 de setembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Radiologia Médica
Pesquisador responsável:José Claudio Meneghetti
Beneficiário:José Claudio Meneghetti
Instituição-sede: Instituto do Coração Professor Euryclides de Jesus Zerbini (INCOR). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados: Renato Davino Chiovatto
Assunto(s):Anemia falciforme  Tomografia computadorizada por emissão de fóton único 

Resumo

Introdução: A doença falciforme (DF) é a doença hematológica hereditária mais comum no mundo e a doença hereditária monogênica mais comum do Brasil. Segundo o Programa Nacional de Triagem Neonatal (PNTN), do Ministério da Saúde, nascem no Brasil 3500 crianças por ano com DF e 200.000 com traço falciforme, estima-se que 7200000 pessoas sejam portadoras do traço falcêmico e entre 25000 a 30000 com DF. A DF é uma doença inflamatória crônica, associada a episódios agudos clinicamente controláveis. A AF é uma doença inflamatória crônica, associada a episódios agudos clinicamente controláveis. Avanços obtidos através dos estudos STOP I e II (Stroke Prevention Trial in Sickle Cell Anemia I, 1998 e II, 2005) possibilitaram a identificação e tratamento das crianças com maior risco de acidente vascular cerebral (AVC), determinando início precoce das transfusões de hemácias, uma das condições que são atualmente as principais causas de óbito nos adolescentes e adultos jovens. A ordem de prevalência atual das principais complicações do sistema nervoso central em pacientes com DF incluem infartos cerebrais silentes (39%), dor de cabeça (36%), acidente vascular cerebral isquêmico (1% em crianças com DF com rastreio eficaz e profilaxia, mas 11% em crianças com DF sem rastreio) e acidente vascular cerebral hemorrágico em crianças e adultos com DF (3% e 10%, respectivamente). Tomografia computadorizada por emissão de fótons únicos (SPECT) é método de escolha para avaliação de perfusão cerebral. Consiste em técnica de neuroimagem funcional que permite avaliação não-invasiva do estado fisiológico e fisiopatológico do cérebro. Etil-cisteinato de dímero marcado com tecnécio 99m (99mTc-ECD) é um composto lipofílico que atravessa barreira hematoencefálica. A distribuição deste marcador no cérebro é proporcional à dimensão regional do fluxo sanguíneo cerebral. O contraste para ultrassonografia está ganhando aceitação em todo o mundo como um complemento para a ultrassonografia convencional. Consiste em uma cápsula lipossolúvel que envolve um composto de gás a base de enxofre (hexafluoreto de enxofre), com dimensões inferiores as de uma hemácia (7-10 µm). Realizado através de injeção intravenosa, ampliou o horizonte da ultrassonografia, fornecendo uma técnica com sensibilidade excelente as fases de realce arteriais em tempo real e dinâmico. Além disso, as microbolhas são exclusivamente intravasculares, permitem que o ultrassom seja utilizado para monitorizar alterações no fluxo de sangue em tumores ou regiões inflamatórias. Seu desempenho é seguro, sem qualquer exigência de radiação ionizante e sem nefrotoxicidade, tornando-se uma opção atraente em muitas áreas clínicas.Nos últimos anos, grandes progressos foram feitos na imagem de perfusão cerebral através de ultrassom do cérebro. Diferentes abordagens têm sido avaliadas e mostraram ser capazes de detecção precoce de déficits de perfusão cerebral em pacientes com AVC, mostrando-se método capaz de ser realizado à beira do leito, substituindo em muitas situações tomografia computadorizada, SPECT e mesmo a ressonância nuclear magnética na avaliação da perfusão cerebral. Com o advento desta nova técnica de imagem específica de contraste, altamente sensível, novas possibilidades de visualização em tempo real de cérebro, como infartos e hemorragias cerebrais, têm surgido. O presente estudo visa possibilitar a avaliação de déficits perfusionais cerebrais em pacientes portadores de DF através da ultrassonografia, método mais acessível tanto tecnicamente como financeiramente. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.