Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de sistema de treinamento virtual para medir desempenho e comportamento de profissionais da área de segurança pública e privada

Processo: 16/05880-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de agosto de 2017 - 31 de julho de 2018
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Antonio Valerio Netto
Beneficiário:Antonio Valerio Netto
Empresa:Xeduca Soluções Tecnológicas Ltda. - ME
Município: São Paulo
Pesq. associados:Romero Tori
Auxílios(s) vinculado(s):18/09168-5 - Desenvolvimento de sistema de treinamento virtual para medir desempenho e comportamento de profissionais da área de segurança pública e privada, AP.PIPE
Bolsa(s) vinculada(s):18/00990-4 - Desenvolvimento de sistema de treinamento virtual para medir desempenho e comportamento de profissionais da área de segurança pública e privada, BP.TT
17/18452-6 - Desenvolvimento de sistema de treinamento virtual para medir desempenho e comportamento de profissionais da área de segurança pública e privada, BP.TT
Assunto(s):Tecnologia educacional  Plataformas de ensino e aprendizagem  Simulação (aprendizagem)  Simulação por computador  Treinamento profissional  Educação corporativa  Segurança pública  Avaliação de desempenho 

Resumo

O principal objetivo do projeto é o desenvolvimento de uma plataforma tecnológica de educação corporativa utilizando simuladores 3D para o treinamento de profissionais da área de segurança privada e pública. O simulador é um equipamento que, em treinamento, reproduz as características essenciais de uma atividade e possibilita a operação humana direta. As motivações de se utilizar a tecnologia para treinamento na área de segurança são: Diminui os altos custos de deslocamento de equipe para os stands, aluguel de stand de tiro, custos com projeteis, horas extras com os profissionais, custo com aluguel de armamento e com o instrutor no stand; Permite a capacitação dos profissionais em ciclos cada vez mais curtos; Baixa os custos com horas extras e insuficiência numérica de instrutores; Permite a repetibilidade para aprimoramento do conhecimento com baixo custo; Auxilia no acompanhamento do progresso dos profissionais, entre outros. O novo simulador possui características inovadoras que criará um diferencial competitivo e também incrementar as oportunidades de modelo de negócio para comercialização tanto no Brasil quanto no exterior. Umas das inovações é a utilização do HMD (Head Mount-Display) que reconheça os tiros de laser disparados de arma de fogo real, o cliente vai poder adquirir uma tecnologia mais barata e não será necessário o sistema de 360º (simulador de quatro a seis telas). Além disso, vai também economizar com logística, espaço físico, manutenção, etc. A solução se torna a mais barata no mercado e simplifica a vida do cliente. É possível gerar um pedido de patente no Brasil. Também, é possível abaixar os custos da empresa quando enviar os equipamentos para o cliente, e também, facilita a questão da exportação do produto para outros países. Outra inovação é o módulo para medir o desempenho dos usuários por meio de indicadores KPIs (Key Performance Indicator) usando BI (Business Inteligence) e a centralização de dados vindo de diversos simuladores presentes em locais diferentes. Esta solução não existe nos concorrentes. Isto irá facilitar a venda para os departamentos de RH das empresas e entidades. Atualmente, a venda do simulador é focada no gerente de treinamento ou profissional responsável por cursos, nunca para um diretor de RH. A aplicação de biofeedback é um destaque da solução dessa fase (módulo de comportamento). Será usada a informação da alteração do batimento cardíaco do usuário durante o treinamento simulado para auxiliar na verificação se o mesmo está: apto (normal), sob observação (ansioso) e não apto (muito ansioso) para realizar uma atividade de segurança pode gerar interesse das instituições policiais (militares e civis). Não existem nos produtos dos concorrentes, as informações de biofeedback dos usuários relacionados ao seu treinamento com o simulador (módulo de comportamento). Para captura dos dados será utilizado um dispositivo de tecnologia vestível (wearable). Diante disso, o MVP (Minimum Viable Product) focará na concepção da solução com o HMD (Head-Mount Display) utilizando arma de fogo real e disparo com laser para o simulador; na captura de dados por meio da tecnologia vestível usando smartwatch (acelerômetro e batimento cardíaco) para o módulo de comportamento e para auxiliar o sistema do HMD; na criação de um ambiente virtual 3D para treinamento com o HMD relacionando à informação de biofeedback vindo do smartwatch, e por fim, no desenvolvimento de uma plataforma web para receber os dados vindos de vários simuladores presentes em locais físicos diferentes e gerando os relatórios de desempenho de cada um dos usuários (módulo de desempenho). Palavras-chaves: simulador virtual, tecnologia vestível para biofeedback, Head-mount Display (HMD), smartwatch, educação corporativa, medição de desempenho de profissionais, medição de comportamento, segurança pública e privada. (AU)