Busca avançada
Ano de início
Entree

Validação e comparação de instrumentos de acompanhamento do desenvolvimento psíquico à luz da psicanálise

Processo: 17/06830-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2017 - 31 de julho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Tratamento e Prevenção Psicológica
Pesquisador responsável:Maria Cristina Machado Kupfer
Beneficiário:Maria Cristina Machado Kupfer
Instituição-sede: Instituto de Psicologia (IP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados: Andrea Gabriela Ferrari ; Angela Maria Resende Vorcaro ; Ilaria Pirone ; Leandro de Lajonquière ; Leda Mariza Fischer Bernardino ; Maria Eugênia Pesaro ; Régine Elise Angele Scelles ; Rosa Maria Marini Mariotto
Bolsa(s) vinculada(s):18/02097-5 - Validação e comparação de instrumentos de acompanhamento do desenvolvimento psíquico à luz da psicanálise, BP.TT
18/03435-1 - Validação e comparação de instrumentos de acompanhamento do desenvolvimento psíquico à luz da psicanálise, BP.TT
17/17415-0 - Validação e comparação de Instrumentos de acompanhamento do desenvolvimento psíquico à luz da psicanálise., BP.TT
17/18423-6 - Validação e comparação de instrumentos de acompanhamento do desenvolvimento psíquico a luz da psicanálise, BP.TT
Assunto(s):Psicanálise  Estudos de validação  Avaliação de programas e instrumentos de pesquisa  Infância  Crianças 

Resumo

Não são poucos os pesquisadores psicanalistas que vêm se dedicando à construção de instrumentos baseados na teoria e na prática psicanalíticas, quer para uso em pesquisas, quer para uso na clínica e em escolas. Na presente pesquisa, estarão sendo focalizados dois instrumentos. O primeiro instrumento é o APEGI - Acompanhamento psicanalítico de crianças em escolas, grupos e instituições. Construído com base na teoria psicanalítica, busca proceder a uma leitura, a partir dos diferentes fenômenos que são observados pelo psicanalista, do processo de constituição subjetiva articulado ao desenvolvimento da criança, dando ênfase à relação da criança com seus pares. Pretende-se nesta pesquisa proceder à validação estatística deste instrumento por meio da aplicação do APEGI em uma amostra de 40 crianças entre 3 e 6 anos de idade. O segundo instrumento a ser abordado nesta pesquisa é o conjunto de protocolos CELP - Crianças com necessidades especiais no laço com seus pares - de acompanhamento das relações entre crianças. Os pesquisadores do presente projeto deverão acompanhar seis crianças da pesquisa CELP, constituída por um grupo de pesquisadores da França, da Itália e do Brasil, que objetiva estudar o que facilita ou entrava a construção de laços entre crianças. A pesquisa CELP deverá acompanhar 40 crianças, por meio de questionários dirigidos a pais, professores e terapeutas das crianças. Na medida em que há uma identidade entre o instrumento APEGI e os protocolos CELP - ambas focalizam a relação da criança com outras crianças - pode-se perguntar qual o alcance e quais os limites de cada uma dessas abordagens. Assim, pretende-se comparar os resultados das seis crianças obtidos no seguimento CELP com os obtidos no seguimento APEGI. (AU)