Busca avançada
Ano de início
Entree

Exploração em larga-escala de dados de EEG-RMf aplicados em epilepsias

Processo: 17/25795-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2018 - 31 de outubro de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Radiologia Médica
Pesquisador responsável:Brunno Machado de Campos
Beneficiário:Brunno Machado de Campos
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Pesq. associados:Ana Carolina Coan ; Clarissa Lin Yasuda ; Fernando Cendes ; Marina Koutsodontis Machado Alvim ; Natalia Paschoal Divino
Assunto(s):Epilepsia  Neurociências  Neuroimagem  Conectividade funcional 

Resumo

Epilepsia é uma condição debilitante devido a predisposição a ocorrência de crises epilépticas de maneira recorrente e espontânea. É uma das doenças neurológicas mais comuns em adultos e crianças. Pacientes com epilepsias focais que não respondem ao tratamento clínico medicamentoso podem ser beneficiados por outro tipo de intervenção: ressecção cirúrgica da zona epileptogênica (região do córtex cerebral responsável pela geração de crises), procedimento que pode livrar os pacientes das crises. Entretanto o sucesso deste procedimento depende diretamente da habilidade/possibilidade de definir com precisão a zona epileptogênica. Entre os pacientes submetidos à cirurgia, 30 a 40% ainda continuam com crises após o procedimento. Desta forma, há urgência em desenvolver métodos e técnicas capazes de definir de maneira segura e precisa a zona epileptogênica de forma individualizada ("medicina de precisão") possibilitando melhor planejamento cirúrgico e resultados superiores de controle de crises aos pacientes.A técnica combinada de EEG e ressonância magnética (RM) funcional (EEG-fMRI) possibilita avaliar a atividade neural de modo não invasivo, aproveitando-se da alta resolução espacial das imagens de RM (IRM) e temporal do EEG. A técnica de EEG-fMRI tem o potencial de revelar as mudanças hemodinâmicas cerebrais associadas à atividade epileptiforme, auxiliando a definir a zona epileptogênica e a caracterizar a patologia de maneira individualizada. O método que será mais explorado neste projeto será a análise por conectividade funcional (FC), uma técnica cada vez mais reconhecida e utilizada em neuroimagem, capaz de diferenciar e caracterizar diversas desordens neurológicas e psiquiátricas. A exploração dos dados de EEG-fMRI através da FC fornece informação fisiológicas sobre o estado mental do paciente e da atividade epileptiforme dinamicamente de maneira controlada permitindo avaliação de questões fundamentais a respeito da organização das redes cerebrais funcionais e como elas são afetadas pela epilepsia garantindo dados de altíssima qualidade.Este projeto irá abordar e estudar estes temas baseando-se nas experiências da UNICAMP em análises de EEG-fMRI com o objetivo de fornecer inovadoras abordagens metodológicas e instrumentais. O aprofundamento do conhecimento das epilepsias, assim como os métodos e instrumentações que iremos desenvolver, fornecerão ferramentas e informações de impacto para a comunidade científica nas áreas das ciências clínica e básica. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Experimentos tentam descobrir como florestas reagem ao aumento de CO<sub>2</sub> na atmosfera 
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (18 total):
Mais itensMenos itens
Experimentos para descubrir de qué manera reaccionan los bosques al aumento de CO2 en la atmósfera 
Experimentos para descubrir de qué manera reaccionan los bosques al aumento de CO2 en la atmósfera 
Experimentos buscam descobrir reação das florestas ao aumento de CO2 
Seis conjuntos de torres vão monitorar as condições da atmosfera e do solo no Amazonas 
Experimentos tentam descobrir como florestas reagem ao aumento de CO2 na atmosfera 
Experimentos tentam descobrir como florestas reagem ao aumento de CO2 na atmosfera 
Experimentos tentam descobrir como florestas reagem ao aumento de CO2 na atmosfera 
Experimentos tentam descobrir como florestas reagem ao aumento de CO2 na atmosfera 
Experimentos tentam descobrir como florestas reagem ao aumento de CO2 na atmosfera 
Experimentos tentam descobrir como florestas reagem ao aumento de CO2 na atmosfera 
Experimentos tentam descobrir como florestas reagem ao aumento de CO2 na atmosfera 
Experimentos tentam descobrir como florestas reagem ao aumento de CO2 na atmosfera 
Experimentos tentam descobrir como florestas reagem ao aumento de CO2 na atmosfera - Ambientebrasil - Notícias 
Experimentos tentam descobrir como florestas reagem ao aumento de CO2 na atmosfera 
Experimentos tentam descobrir como florestas reagem ao aumento de CO2 na atmosfera 
Experimentos tentam descobrir como florestas reagem ao aumento de CO2 na atmosfera 
Experimentos tentam descobrir como florestas reagem ao aumento de CO2 na atmosfera 
Experimentos tentam descobrir como florestas reagem ao aumento de CO2 na atmosfera