Busca avançada
Ano de início
Entree

Aspectos ecofisiológicos da germinação, sobrevivência e desenvolvimento inicial de Styrax camporum Pohl (Styracaceae)

Processo: 06/55190-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2007
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Fisiologia Vegetal
Pesquisador responsável:Massanori Takaki
Beneficiário:Edson Simão
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Assunto(s):Ecofisiologia   Crescimento vegetal   Germinação   Styrax   Estresse hídrico

Resumo

As metodologias propostas nos programas de recuperação de áreas degradadas têm demonstrado que uma das grandes dificuldades encontradas na recomposição de determinadas formações vegetais, é a falta de conhecimento das características adaptativas de cada espécie. Neste contexto, o objetivo do estudo é conhecer os aspectos ecofisiológicas da germinação, sobrevivência e desenvolvimento inicial de Styrax camporum (Styracaceae) sob diferentes condições hídricas, em condições controladas e no ambiente natural e discutir os prováveis fatores que limitam a sua ocorrência, além das potencialidades de uso da espécie em programas de repovoamento de áreas degradadas. Partindo do pressuposto de que o estresse hídrico é o principal fator limitante na germinação e estabelecimento de espécies que habitam áreas com diferente sazonalidades hídricas do solo, será avaliada: a influência do estresse hídrico, temperatura e luz sobre a germinação das sementes e sobre a sobrevivência e o desenvolvimento inicial de S. camporum. Em laboratório, serão testadas temperaturas constantes e alternadas e diferentes condições de luz e de estresse hídrico (variações do potencial de água em três temperaturas a 20, 25 e 30°C) sobre a germinação das sementes, bem como o efeito da condição de luz, substrato e conteúdo de água no desenvolvimento inicial e no acúmulo de prolina. Em campo, serão avaliadas mensalmente a emergência (semeadura no campo), sobrevivência e desenvolvimento de mudas plantadas sob duas condições de luz, em três áreas situadas na Reserva Biológica de Mogi Guaçu, caracterizadas pela presença de Floresta paludosa, Cerradão e Cerrado s.s.. Além disso, também será realizada a determinação de prolina em plantas adultas de S. camporum no campo. Os resultados serão utilizados para propor o manejo mais racional dos remanescentes florestais e fornecer informações que poderão auxiliar os métodos de restabelecimento e recuperação de áreas degradadas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SIMAO, EDSON; NAKAMURA, ADRIANA T.; TAKAKI, MASSANORI. Germination of Styrax camporum Pohl. seeds in response to substrate types, moisture contents and the seed morphology. Anais da Academia Brasileira de Ciências, v. 85, n. 1, p. 295-306, Mar. 2013. Citações Web of Science: 3.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SIMÃO, Edson. Aspectos ecofisiológicos da germinação, sobrevivência e desenvolvimento inicial de Styrax camporum Pohl (Styracaceae). 2009. vi, 102 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Instituto de Biociências Rio Claro.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.