Busca avançada
Ano de início
Entree

Analise multicriterio de fragilidade ambiental - proposta metodologica com uso de geoprocessamento.

Processo: 06/07069-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2007
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Planejamento Urbano e Regional - Métodos e Técnicas do Planejamento Urbano e Regional
Pesquisador responsável:Sergio Antonio Röhm
Beneficiário:Abimael Cereda Junior
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Geoprocessamento   Análise multivariada   Fragilidade ambiental   Análise ambiental

Resumo

No processo de planejamento urbano e regional a dimensão ambiental não é considerada em muitos casos. Tal fato tem ocasionado diversos problemas, uma vez que deve ser buscada a compreensão do processo global, bem como das interconexões entre os elementos e o caráter dinâmico da paisagem. Neste contexto, a paisagem deve ser entendida não através de sua compartimentação, mas sim pela relação dialética existente entre seus elementos, com a investigação destes em conjunto. A metodologia sistêmica cartográfica, pautada na ecodinâmica, segundo os preceitos originais de Bertrand e Tricart, e posteriormente discutida por Ross, permite tal investigação ao considerar a modelagem e quantificação dos elementos da paisagem para entender, de forma integrada, as variáveis antes somente descritas ou analisadas qualitativamente, propondo assim métodos e teorias para o estudo quantitativo. Utilizando um Sistema de Informações Geográficas é possível realizar a modelagem e quantificação dos elementos da paisagem outrora somente descritos ou analisados de forma qualitativa, com a utilização de técnicas de Inteligência Artificial, como Lógica Fuzzy, permitindo obter a Carta de Fragilidade Potencial (Natural) e a Carta de Fragilidade Emergente (Ambiental), instrumentos cartográficos importantes para análise e síntese no gerenciamento da informação territorial. Desta forma, o trabalho objetiva a discussão e elaboração de uma nova proposição metodológica fundamentada em Tricart (1977), com uso de análise multivariada, das Cartas de Fragilidade Potencial e Ambiental, contribuindo assim para o avanço científico na análise ambiental e uso cotidiano de gestores e planejadores, possuindo fundamental valor no entendimento do complexo jogo de forças naturais e antrópicas.