Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise do MTA e do Ca(OH)2 no interior dos tecidos após o processo de reabsorção radicular externa em reimplante dentário tardio

Processo: 08/07364-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2009
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Sonia Regina Panzarini
Beneficiário:Heloisa Fonseca Marão
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Luxação dentária   Reimplante dentário   Reabsorção radicular   Hidróxido de cálcio   Agregado trióxido mineral

Resumo

Acidentes envolvendo os dentes são comuns. As conseqüências podem ser pequenas fraturas dentárias até o completo deslocamento do dente do alvéolo, caracterizando a avulsão dentária. Quando o dente não puder ser reimplantado imediatamente, deve permanecer em meio adequado para a preservação das células presentes sobre a superfície radicular e segundo o protocolo proposto pela Associação Internacional de Traumatologia Dentária, o dente deve ser submetido ao tratamento endodôntico 10 dias após o reimplante e o canal radicular preenchido com Hidróxido de Cálcio [Ca(OH)2], pois existe uma relação direta entre necrose pulpar e reabsorção radicular inflamatória em dentes reimplantados. O Agregrado de Trióxido Mineral (MTA), originariamente foi indicado após a realização de cirurgias parendodônticas. No entanto, o material vem sendo indicado em outras diferentes condições clínicas. A utilização do hidróxido de cálcio, apesar das suas excelentes propriedades biológicas, apresenta algumas desvantagens. Portanto torna-se relevante o estudo do MTA como material obturador de canal radicular em reimplante dentáro tardio após o processo de reabsorção radicular externa como o propósito de verificar qual a reação do material junto aos tecidos e o seu processo de reabsorção ainda não relatos na literatura. Para o estudo, serão utilizados 20 dentes incisivos centrais superiores direitos de ratos, divididos em dois grupos. No gupo I os canais radiculares serão preenchidos com pasta de hidróxido de cálcio veiculado com soro fisiológico e no grupo II os canais radiculares serão preenchidos com cimento de MTA. Após a obturação dos canais os alvéolos serão irrigados com soro fisiológico e em seguida os dentes reimplantados. Decorrido 80 dias do reimplante, os ratos serão eutanasiados e as peças obtidas serão processadas em laboratório para análise histológica e quantitativa. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MARAO, HELOISA FONSECA; PANZARINI, SONIA REGINA; ARANEGA, ALESSANDRA MARCONDES; SONODA, CELSO KOOGI; POI, WILSON ROBERTO; ESTEVES, JONATAS CALDEIRAS; SANTOS SILVA, PEDRO IVO. Periapical tissue reactions to calcium hydroxide and MTA after external root resorption as a sequela of delayed tooth replantation. DENTAL TRAUMATOLOGY, v. 28, n. 4, p. 306-313, AUG 2012. Citações Web of Science: 13.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MARÃO, Heloisa Fonseca. Análise do MTA e do Ca(OH)2 no interior dos tecidos após o processo de reabsorção radicular externa em reimplante dentário tardio. 2010. 96 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista. Faculdade de Odontologia de Araçatuba. Araçatuba.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.