Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise de consumo de energia em STMs e uma plataforma de simulação multiprocessada com abstração híbrida

Processo: 09/04707-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2009
Vigência (Término): 31 de agosto de 2010
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Ciência da Computação - Sistemas de Computação
Pesquisador responsável:Sandro Rigo
Beneficiário:João Batista Correa Gomes Moreira
Instituição-sede: Instituto de Computação (IC). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Arquitetura e organização de computadores   Consumo de energia elétrica

Resumo

O surgimento de arquiteturas computacionais multiprocessadas impõe novas dificuldades no desenvolvimento de software. Dentre estas dificuldades está a necessidade de sincronização dos fluxos de execução de forma a garantir acessos ordenados à memória compartilhada. A sincronização tradicionalmente é realizada com o uso de travas de exclusão mútua ou semáforos, porém estas estruturas são ineficientes e difíceis de usar. As memórias transacionais surgem como alternativa para a sincronização de um software paralelo, fornecendo uma abstração simples e garantia de consistência dos dados.O baixo consumo de energia é uma característica bastante desejável em sistemas computacionais, pois possibilita que dispositivos embarcados funcionem por mais tempo e facilita a dispersão de calor em computadores de maior porte. Neste trabalho propõe-se estudos a respeito do consumo de energia envolvido no uso dos sistemas de memória transacional. Após compreender a influência destes sistemas no consumo de energia, será possível desenvolver um modelo de memória transacional otimizado em relação ao baixo consumo. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MOREIRA, João Batista Correa Gomes. Análise do consumo de energia em STMs e uma plataforma de simulação multiprocessada com abstração híbrida. 2010. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Computação.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.