Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização de minerais através do método de traços de fissão, microscopia óptica, espectrometria micro-Raman e MEV: geocronologia do Grupo Bauru

Processo: 09/06465-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2010
Vigência (Término): 31 de agosto de 2011
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geofísica
Pesquisador responsável:Carlos Alberto Tello Sáenz
Beneficiário:Rosana Silveira Resende
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:05/51142-3 - Método de traços de fissão em apatita e zircão: termocronologia do grupo bauru e estudos de annealing em zircão, AP.JP
Assunto(s):Datação   Fissão nuclear   Geofísica nuclear

Resumo

Neste projeto de Mestrado se pretende caracterizar os minerais apatita e zircão através do Método de Traços de Fissão (MTF), Espectrometria Micro-Raman e Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV). No caso da apatita faremos um estudo experimental com a finalidade de aprimorar o MTF em apatita e no caso do zircão, pretende-se continuar com o desenvolvimento teórico-experimental do MTF em zircão. A caracterização das superfícies em apatita e zircão via Espectrometria Micro-Raman será feita com o apoio do Prof. Dr. Carlos José Leopoldo Constantino, responsável pelo Laboratório de Espectrometria Raman do DFQB/FCT. As análises de MEV serão feitas no IG da UNICAMP. O objetivo, nesta parte do projeto, é determinar a relação entre o ataque químico (usado para revelar os traços de fissão) e as características cristalográficas dos minerais apatita e zircão. A densidade de traços observadas na superfície dos grãos destes minerais pode variar devido a alterações naturais tanto da composição química como da rede cristalina. No caso do zircão (e menos freqüente na apatita) se observa que em alguns grãos a densidade dos traços é anisotrópica, ou seja, em algumas áreas do mesmo grão a densidade é diferente.Aplicaremos o MTF em apatita e zircão para determinar tanto a idade como a história térmica dos embasamentos (afloramentos de rochas ígneas) e das bacias, localizadas ao norte da Bacia Sedimentar do Paraná, no denominado Grupo Bauru, o qual é subdivido nas Formações Caiuá, Santo Anastácio, Adamantina e Marília na região de Presidente Prudente.Serão realizadas as etapas experimentais da preparação, obtenção dos dados para a caracterização e datação das amostras visando o estudo geocronológico das formações contidas no Grupo Bauru na região de Presidente Prudente. Isto torna este projeto relevante porque estaremos em condições de analisar possíveis eventos termotectônicos nestas áreas e desta forma contribuir a um melhor conhecimento da área de estudo do ponto de vista geológico. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
RESENDE, Rosana Silveira. Caracterização do mineral zircão através do método de traços de fissão, espectroscopia micro-raman e MEV : geocronologia do grupo Bauru. 2011. 97 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciências e Tecnologia. Presidente Prudente.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.