Busca avançada
Ano de início
Entree

A nação escrita entre a prática e o ideal: os projetos de Monteiro Lobato e de José Enrique Rodó.

Processo: 09/07164-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2010
Vigência (Término): 31 de março de 2013
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia - Outras Sociologias Específicas
Pesquisador responsável:Célia Aparecida Ferreira Tolentino
Beneficiário:Elisângela da Silva Santos
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Marília. Marília , SP, Brasil
Assunto(s):Brasil   Monteiro Lobato   Pensamento social brasileiro   Uruguai

Resumo

Esta pesquisa tem como objetivo fazer uma análise comparada dos pensamentos e projetos do pensador brasileiro Monteiro Lobato (1882-1948) e do pensador uruguaio José Enrique Rodó (1871-1917). O tema principal abordado é a ideia da formação da nação presente em seus textos localizados no final do Século XIX e início do XX. Estes autores atuaram na tentativa de construção de modelos de nação a fim de trabalhar de forma mais adequada os desafios surgidos das diversidades sociais, econômicas, culturais e étnicas; se interessaram em interpretar o mundo em que viviam e, ao mesmo tempo, propor alternativas que julgavam como melhores para o desenvolvimento, tanto material quanto espiritual de suas respectivas sociedades. Por meio do recurso da comparação, percebemos as discrepâncias e os diferentes sentidos de seus projetos nacionais:enquanto a Monteiro Lobato importava fortalecer a economia do Brasil, desenvolver as capacidades produtivas e concretas do país, oferecer aos seus habitantes uma educação técnica e racionalizada, de acordo com as exigências do processo de modernização, a Rodó importava fortalecer a base intelectual do Uruguai e do restante do Continente, ampliar a capacidade de pensar, sem a submissão ao modelo econômico e social materialista, imposto principalmente pelos Estados Unidos, o que importava era uma retomada espiritual e o desenvolvimento da cultura universalista. Portanto, a nação estaria dividida nos pensamentos destes autores entre a prática e o ideal.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SANTOS, Elisângela da Silva. A nação escrita entre a prática e o ideal : os projetos de Monteiro Lobato e de José Enrique Rodó. 2013. 277 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista. Faculdade de Ciências e Letras de Marília..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.