Busca avançada
Ano de início
Entree

Ironia e subjetividade em Kierkegaard

Processo: 10/04517-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2010
Vigência (Término): 31 de agosto de 2011
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia - História da Filosofia
Pesquisador responsável:Arlenice Almeida da Silva
Beneficiário:Fernando Santos Aun
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Marília. Marília , SP, Brasil
Assunto(s):Personalidade   Ironia   Estética (filosofia)   Subjetividade

Resumo

Esta pesquisa procura esclarecer a singularidade da concepção kierkegaardiana do conceito de ironia e a relação estabelecida entre este conceito e a questão da subjetividade. Com essa finalidade priorizamos a análise da obra " O conceito de ironia constantemente referido a Sócrates", na qual podemos investigar as distinções que Kierkegaard estabelece entre a ironia socrática, a ironia no romantismo alemão e a concepção hegeliana desta. Valorizamos a análise da definição de ironia como "negatividade" e também a noção de "personalidade" apresentada pelo autor. Tendo em vista que, como figura de transição, o lugar ocupado pela ironia na obra de Kierkegaard é configurado sempre no intervalo e na passagem entre várias dualidades, tais como, real e ideal; finito e infinito; interior e exterior; vida e forma ou, ainda, entre uma subjetividade e outra, pretendemos demonstrar ao longo de nossa pesquisa que um estudo detido sobre a tese kierkegaardiana sobre a ironia é essencial para compreendermos alguns dos principais aspectos de sua filosofia. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
AUN, Fernando Santos. Ironia e subjetividade em Kierkegaard. 2011. 118 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista Faculdade de Filosofia e Ciências Marília.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.