Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo molecular do processo de direcionamento axonal em neurônios quimiossensoriais do sistema olfatório

Processo: 11/02343-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2011
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Fabio Papes
Beneficiário:Fábio Frangiotti Conte
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Feromônios   Bulbo olfatório

Resumo

O sistema olfatório de mamíferos é capaz de detectar um grande número de estímulos químicos diferentes. Para tanto, utiliza uma série de subsistemas distintos, com células sensoriais segregadas na cavidade nasal, as quais possuem diferentes receptores moleculares, mecanismos de sinalização intracelular e projeções axonais distintas para regiões específicas do cérebro.No sistema olfatório de camundongos, os neurônios sensoriais da cavidade nasal enviam axônios para o bulbo olfatório, a primeira estação de processamento da informação olfativa no cérebro. Durante toda a vida do indivíduo, novos neurônios olfativos são formados no epitélio sensorial e seus axônios são direcionados para as proximidades de seus respectivos destinos no bulbo olfatório por uma combinação de diferentes fatores, incluindo moléculas de atração e repulsão e pelo próprio nível de atividade dos neurônios. Os receptores moleculares empregados pelos axônios sensoriais para a detecção dos odores pertencem a uma numerosa família de proteínas. Tais receptores, localizados tanto no dendrito sensorial como nos axônios, parecem também exercer uma papel fundamental direto no processo de direcionamento axonal.O fenômeno de direcionamento dos axônios dos neurônios olfativos para o bulbo olfatório define propriedades essenciais no funcionamento do sistema olfativo, uma vez que leva à formação do chamado 'mapa glomerular': neurônios sensoriais expressando o mesmo receptor convergem para dois pontos específicos (glomérulos) no bulbo olfatório. Sendo assim, cada glomérulo coleta informações vindas de um dado receptor molecular, e diferentes glomérulos possuem diferentes especificidades, pois recebem informações de diferentes receptores. O objetivo principal deste projeto de pesquisa é o estudo dos mecanismos moleculares subjacentes ao direcionamento dos axônios dos neurônios quimiossensoriais para o bulbo olfatório, particularmente do papel dos receptores de odores e seus ligantes. O estudo do processo de direcionamento, portanto, contribuirá para a compreensão aprofundada do funcionamento do sistema olfativo, uma área de grande interesse no campo da Neurobiologia, como atestado pela concessão do Prêmio Nobel de Fisiologia/Medicina em 2004. Além disso, compreender o processo de direcionamento dos axônios dos neurônios olfativos lançará luz sobre processos semelhantes que ocorrem em outras regiões do sistema nervoso durante o desenvolvimento, auxiliando assim na compreensão das alterações do direcionamento axonal que acompanham certas doenças neurológicas.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)