Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização funcional das proteínas XprG, HxkC e HxkD durante a morte celular induzida por farnesol em Aspergillus nidulans

Processo: 11/07687-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2012
Vigência (Término): 31 de março de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Gustavo Henrique Goldman
Beneficiário:Nádia Graciele Krohn
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Biologia molecular   Morte celular programada   Aspergillus nidulans   Genes p53

Resumo

XprG é um fator de transcrição putativo que pertence ao grupo de proteínas que apresentam o domínio Ndt80-like de ligação ao DNA e pertence à família p53-like de fatores de transcrição. O fator de transcrição p53 tem papel fundamental na regulação da família Bcl-2 de proteínas, que por sua vez regulam os eventos mitocondriais durante a apoptose. Trabalhos preliminares mostram que o fator de transcrição XprG está envolvido na morte celular induzida por paraquat em Aspergillus nidulans. Portanto, é de fundamental importância o estudo dos genes que são ativados pelo fator de transcrição XprG para a melhor compreensão da via apoptótica em Aspergillus nidulans. Assim sendo, XprG será caracterizado, através do estudo de mutantes, quanto ao seu envolvimento na morte celular através da avaliação do acúmulo intracelular de ROS; da função mitocondrial; da sensibilidade/resistência a outros substâncias indutoras de estresse oxidativo. Por fim, será avaliado o transcriptoma dos mutantes de xrpG em comparação com o tipo selvagem, ambos expostos a diferentes tempos de incubação e concentrações de paraquat. Este experimento tem por objetivo identificar possíveis alvos, regulados por XprG com posterior validação dos dados através de real time RT-PCR. Em seguida, dois ou três genes-candidatos identificados na triagem dos microarrays serão funcionalmente caracterizados através da construção e da avaliação do fenótipo de mutantes de super-expressão, além da localização sub-celular das proteínas codificadas por esses genes através da geração de proteínas de fusão com genes reporters. Por outro lado, existem evidências que as hexoquinases atípicas HxkC e HxkD estejam envolvidas na morte celular programada, através da regulação do fator de transcrição XprG. Para averiguar tal hipótese serão gerados mutantes duplos de XprG, com HxkC ou com HxkD fusionados à diferentes proteínas fluorescentes. Com o uso dessa estratégia será possível a visualização da interação ou não das proteínas in vivo, antes e após a indução da apoptose em A. nidulans. Adicionalmente, HxkC e HxkD serão caracterizados, através do estudo de mutantes, quanto ao envolvimento dos mesmos na morte celular programada através da avaliação do acúmulo intracelular de ROS; da função mitocondrial; da sensibilidade/resistência a outros substâncias indutoras de estresse oxidativo.