Busca avançada
Ano de início
Entree

Nanocompósitos de pHEMA/sílica para aplicação em engenharia tecidual

Processo: 11/23167-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2012
Vigência (Término): 31 de maio de 2012
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química
Pesquisador responsável:Rubens Maciel Filho
Beneficiário:Heitor Chavasco Novais
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Química (FEQ). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Engenharia tecidual   Nanocompósitos   Sílica

Resumo

O poli 2-hidróxi etil metacrilato (pHEMA) é um dos hidrogéis mais versáteis para aplicações biomédicas, devido às suas propriedades e similaridades com os tecidos moles do organismo. Diante disso, pode ter inúmeras aplicações, como suporte a cultura de células, sistema de liberação controlada de drogas, cartilagem articular artificial, etc. Contudo, a resistência mecânica dos hidrogéis ainda é um parâmetro a ser avaliado. Quando inchado, apresentam propriedades mecânicas inferiores a outros materiais poliméricos, devido ao efeito plastificante da água. Uma alternativa para melhorar a rigidez e o comportamento elástico do pHEMA, é a obtenção de nanocompósitos de pHEMA/sílica. A sílica (SiO2) tem grupos silanóis que podem interagir com a água, aumentando a hidrofilicidade da matriz polimérica, além de grupos hidrofóbicos siloxanos, os quais podem reduzir o grau de inchamento. Como meio absorvedor de energia entre os componentes da amostra, a sílica, ainda, pode reduzir a dissipação de calor para o ambiente, permitindo maior grau de reticulação. O objetivo deste projeto, portanto, é melhorar as propriedades mecânicas dos hidrogéis de pHEMA para aplicações em Engenharia Tecidual, através da obtenção de nacompósitos de pHEMA/sílica. Os nanocompósitos híbridos obtidos terão suas propriedades finais avaliadas e caracterizadas quanto às propriedades térmicas (DSC), grau de inchamento (EWC), densidade de reticulação, FTIR, rugosidade superficial (MEV) e testes mecânicos de compressão/fluência a indentação.