Busca avançada
Ano de início
Entree

Copaifera langsdorffii: desenvolvimento de lipossomas estabilizados por spray freeze drying com ação antitumoral seletiva

Processo: 12/02082-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2012
Vigência (Término): 30 de novembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia
Pesquisador responsável:Luis Alexandre Pedro de Freitas
Beneficiário:Ana Rita de Mello Costa
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/13630-7 - Validação química e farmacológica de extratos e princípios ativos de espécies de Copaifera, AP.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):13/16268-2 - Estudo da extração seletiva de compostos da copaíba usando tecnologia de fluido supercrítico, BE.EP.DR
Assunto(s):Copaifera langsdorffii   Planejamento de experimentos   Secagem   Cromatografia líquida

Resumo

Apesar do incentivo internacional e mercadológico, além da imensa biodiversidade brasileira e ampla utilização das plantas medicinais no Brasil, o país ainda deixa a desejar quando se trata do desenvolvimento e pesquisas tecnológicas de plantas medicinais nativas como a Copaifera langsdorffii. O óleo desta espécie é amplamente utilizado pela população brasileira como anti-inflamatório, analgésico e relaxante muscular e contém em sua composição diterpenos das séries caurano, clerodano e labdano. Há trabalhos que relatam a atividade antitumoral do gênero Copaifera sp. utilizando tanto o óleo quanto extratos, frações ou substâncias isoladas como ácido caurenóico. O ácido caurenóico apresentou baixa seletividade às células cancerosas. Visto que nem sempre a ação antitumoral é seletiva e age diretamente no tumor podendo acarretar efeitos adversos, é interessante desenvolver sistemas de liberação como lipossomas para proteger o ativo e aumentar sua seletividade. Os conhecimentos de formulações de lipossomas permitiram promover sua deposição seletiva no tumor reduzindo concentrações circulantes de ativo livre e restringindo sua distribuição em tecidos normais. Uma maneira de tornar lipossomas seletivos para certas células cancerosas é utilizar o ácido fólico como âncora, pois é reconhecido pelos receptores de ácido fólico altamente expressos em células cancerosas. Inserir polietilenoglicol (PEG) conjugado aos lipídeos também pode aumentar o acúmulo de fármaco no tumor e alterar a biodistribuição dos lipossomas no sangue. Entretanto, os lipossomas apresentam ainda alguns desafios quanto ao tempo em que se mantém em circulação no sangue antes de serem atacados por macrófagos, à instabilidade química e física quando em dispersão aquosa, baixa encapsulação ou vazamento da droga do lipossoma e agregação. Algumas destas desvantagens podem ser contornadas através de técnicas que promovem um aumento da estabilidade físico-química como a secagem dos lipossomas por spray freeze drying. A técnica de secagem em spray freeze drying consiste em nebulizar a amostra em minúsculas partículas geralmente sobre nitrogênio líquido também denominado criogênio que fornece baixas temperaturas. O criogênio é suficiente para congelar a amostra nebulizada e, então, a amostra é desidratada por sublimação. Desta forma, este projeto propõe desenvolver formulações de lipossomas contendo o extrato/ óleo de C. langsdorffii, o qual será usado o ácido caurenóico como marcador químico, um diterpeno constituinte desta espécie que apresenta inibição de células tumorais, aumentar sua estabilidade físico-química por secagem em spray freeze drying assim como sua ação antitumoral seletiva. Portanto, este projeto justifica-se na importância de agregar valor em duas áreas da tecnologia nacional: o desenvolvimento tecnológico de fitoterápicos e a utilização de um novo processo de secagem.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
COSTA, Ana Rita de Mello. Lipossomas contendo ácido caurenoico ou extrato de Copaifera langsdorffii: desenvolvimento, caracterização e atividades antitumoral e tripanocida. 2016. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.