Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do impacto do tratamento com colecalciferol sobre marcadores imunológicos nos pacientes com Hipovitaminose D submetidos à diálise peritoneal

Processo: 12/10342-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2012
Vigência (Término): 31 de julho de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição
Pesquisador responsável:Lilian Cuppari
Beneficiário:Marion Schneider Meireles
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Biomarcadores   Vitamina D   Diálise peritoneal

Resumo

A hipovitaminose D é altamente prevalente entre pacientes com doença renal crônica, principalmente naqueles submetidos à diálise peritoneal (DP). Além dos fatores de risco tradicionais para o desenvolvimento desta condição, a perda de proteínas para a solução de diálise parece contribuir de forma significativa para os reduzidos níveis séricos de vitamina D em pacientes em DP. Em decorrência da própria doença e do procedimento dialítico, observa-se elevada prevalência de inflamação crônica e elevado risco de infecções, particularmente de peritonites nesses pacientes. Há evidências em outras populações, que a vitamina D apresenta efeitos imunomoduladores, estimulando a produção de catelicidina, um peptídeo antimicrobiano e suprimindo a produção de citocinas pró-inflamatórias. Assim, o presente estudo pretende investigar os efeitos da suplementação com colecalciferol sobre marcadores imunológicos de pacientes com hipovitaminose D em DP. Trata-se de um ensaio clínico randomizado, duplo-cego e controlado por placebo em que os pacientes que apresentarem deficiência de vitamina D [25(OH)D < 15 ng/mL] serão alocados para o grupo intervenção (colecalciferol) ou controle (placebo). Os pacientes suplementados receberão 50.000 UI/semana de colecalciferol por um período de 12 semanas. Antes e após a intervenção serão determinadas as concentrações séricas de 25(OH)D, catelicidina, interleucina-6 (IL-6), fator de necrose tumoral-± (TNF- ±) e proteína C-reativa. Em monócitos, será avaliada a expressão de catelicidina, IL-6 e TNF-± bem como a expressão do receptor de vitamina D e da enzima 1-± hidroxilase.