Busca avançada
Ano de início
Entree

Modelagem e observação das emissões de compostos orgânicos voláteis na Floresta Amazônica

Processo: 12/11676-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2012
Vigência (Término): 30 de setembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências
Pesquisador responsável:Karla Maria Longo de Freitas
Beneficiário:Fernando Cavalcante dos Santos
Instituição-sede: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Brasil). São José dos Campos , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):13/03391-0 - Modelagem e observação das emissões de compostos orgânicos voláteis na Amazônia, BE.EP.DR
Assunto(s):Qualidade do ar   Mudança climática

Resumo

A vegetação terrestre, especialmente florestas tropicais, libera grande quantidade de compostos orgânicos voláteis biogênicos (COVBs) para a atmosfera. Estima-se que as emissões globais de COVBs são dominantes (1150 Tg C/ano) em relação aos compostos orgânicos voláteis antrópicos (50 - 100 Tg C/ano). Em regiões tropicais, as emissões de COVBs correspondem aproximadamente a 70% das emissões totais, corroborando a importância que a floresta Amazônica possui em relação as emissões globais de compostos naturais. A análise desses COVBs é útil para o entendimento regional e global da química da atmosfera, do ciclo do carbono e do clima. Estudos observacionais e de modelagem realizados em regiões florestais são úteis para um entendimento regional e global da química da atmosfera e mais especificamente da sua capacidade oxidativa. Neste estudo pretende-se obter informação da composição química da atmosfera da floresta Amazônica através de medidas experimentais (aéreas e de superfície) e da utilização do modelo CCATT-BRAMS acoplado ao modelo MEGAN para investigar a emissão de COVBs, a capacidade oxidativa da atmosfera e os fatores determinantes que alteram o regime de emissões dos COVBs. O experimento SAMBBA, planejado para o mês de setembro de 2012 na região Amazônica, prevê a realização de medidas de química/física da atmosfera a partir da aeronave (FAAM BAE-146), sitio de superfície em Porto Velho (RO) e da torre de observação ZF-2 a noroeste de Manaus (AM). No âmbito deste projeto de doutorado, a integração e interpretação das observações prevê o uso do modelo CCATT-BRAMS acoplado ao modelo MEGAN. A realização do experimento SAMBBA gerará uma valiosa base de dados que poderá ser incorporada aos modelos numéricos de tempo químico e clima em desenvolvimento no INPE, em um primeiro momento na escala regional e posteriormente na escala global, oferecendo assim uma oportunidade única de avanço na compreensão e modelagem do sistema terrestre.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SANTOS, FERNANDO; LONGO, KARLA; GUENTHER, ALEX; KIM, SAEWUNG; GU, DASA; ORAM, DAVE; FORSTER, GRANT; LEE, JAMES; HOPKINS, JAMES; BRITO, JOEL; FREITAS, SAULO. Biomass burning emission disturbances of isoprene oxidation in a tropical forest. Atmospheric Chemistry and Physics, v. 18, n. 17, p. 12715-12734, SEP 4 2018. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.