Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de detectores para o experimento amiga do Observatório Pierre Auger

Processo: 12/15476-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2013
Vigência (Término): 31 de março de 2016
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física das Partículas Elementares e Campos
Pesquisador responsável:Ernesto Kemp
Beneficiário:Bruno Daniel
Instituição-sede: Instituto de Física Gleb Wataghin (IFGW). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:10/07359-6 - Estudo dos raios cósmicos de mais altas energias com o Observatório Pierre Auger, AP.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):13/17546-6 - Estudo da componente muônica dos chuveiros atmosféricos extensos através de contadores cintiladores, BE.EP.DR
Assunto(s):Astrofísica de partículas   Raios cósmicos   Chuveiro atmosférico   Detecção de partículas   Instrumentação (astronomia)   Observatório Pierre Auger

Resumo

Nos últimos anos, o Observatório Pierre Auger permitiu importantes avanços no conhecimento dos raios cósmicos de energias ultra-altas, que foram possíveis devido a sua gigantesca área de cobertura da superfície terrestre e da utilização de uma técnica híbrida de detecção. Porém, ainda há inúmeras questões em aberto relacionadas a estas partículas, principalmente no que diz respeito a sua origem, composição química e mecanismos de aceleração e propagação, devendonovos esforços serem realizados para facilitar a compreensão destes fenômenos. Atualmente, em uma extensão do observatório chamada AMIGA, pretende-se preencher uma região de sua área sensível com detectores mais próximos entre si, permitindo o estudo com maior precisão de um intervalo de energias mais baixas que possui grande importância astrofísica, pois é onde parece ocorrer a transição de fontes galácticas para extra-galácticas de raios cósmicos. Além disso, serão utilizados contadores de múons enterrados para precisão na obtenção de parâmetros dos chuveiros atmosféricos extensos relacionados à composição química das partículas primárias. Este trabalho está inserido neste esforço da colaboração Auger, com o objetivo de participar do desenvolvimento, teste e montagem dos novos detectores, que já se iniciaram e ocorrerão durante os próximos anos. Após a conclusão do experimento, os dados obtidos serão utilizados em estudos de composição química. Desta forma, pretende-se contribuir tanto para a expansão do Observatório Pierre Auger, quanto para a compreensão da Física relacionada aos raios cósmicos de energia ultra-alta. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
DANIEL, Bruno. Muon detection with AMIGA at the Pierre Auger Observatory = Detecção de múons com o AMIGA no Observatório Pierre Auger. 2018. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Física Gleb Wataghin.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.