Busca avançada
Ano de início
Entree

Troca de experiências com o Canadá em programas de intervenção no estilo de vida para prevenção de doenças crônicas: considerando fatores comportamentais e psicossociais de um estudo brasileiro

Processo: 13/03430-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2013
Vigência (Término): 31 de outubro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Medicina Preventiva
Pesquisador responsável:Sandra Roberta Gouvea Ferreira Vivolo
Beneficiário:Adriana Cezaretto
Supervisor no Exterior: Sangita Sharma
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Alberta, Canadá  
Vinculado à bolsa:11/06376-7 - Análise da associação entre depressão e doenças cardiometabólicas via marcadores inflamatórios Èm intervenção Pará prevenção dè diabetes tipo 2, BP.DR
Assunto(s):Doença crônica   Depressão   Obesidade   Diabetes mellitus tipo 2   Qualidade de vida   Estudos interdisciplinares

Resumo

Doenças crônicas relacionadas ao estilo de vida são importante causa de mortalidade no mundo e, fatores psicossociais podem agravar o risco dessas doenças. Depressão tem sido frequentemente associada com comportamentos não saudáveis (dieta inapropriada e inatividade física), resultando em aumento do risco de diabetes mellitus tipo 2 (DM2). Um mecanismo proposto para explica a frequente associação entre depressão e doenças metabólicas é a ativação do eixo hipotálamo-hipófise-adrenal, que contribui para o acúmulo de gordura gerando um estado pró-inflamatório. Adesão a intervenções no estilo de vida pode ser prejudicada pela presença de distúrbios psicológicos (como a depressão), reduzindo benefícios cardiometabólicos. Há evidências que abordagem interdisciplinar melhora participação em intervenções no estilo de vida. Experiência canadense tem demonstrado que o Health Foods North Program - HFN com rede de apoio multinível (incluindo escolas, proprietários de mercearias e supermercados, o governo e membros da comunidade) representa uma boa estratégia para melhorar adesão a hábitos saudáveis para prevenção de doenças crônicas. Um programa brasileiro para prevenção de diabetes mellitus tipo 2 (PDM) tem sugerido que problemas psicológicos podem limitar a participação e a resposta para programas de intervenções. Análises preliminares indicam que abordagem interdisciplinar - aspectos psicossociais - pode aumentar a qualidade de vida (QV). Objetivos: 1) Conduzir uma revisão de literatura sobre estratégias interdisciplinares usadas no Canadá e no Brasil para prevenir obesidade e DM2 em indivíduos de alto risco, considerando o papel de aspectos comportamentais e psicossociais; 2) determinar preditores de sucesso de intervenção no estilo de vida em termos de resposta cardiometabólica, com ênfase em fatores comportamentais, depressão e marcadores inflamatórios no PDM; 3) avaliar o efeito residual do PDM após o final da intervenção, com maior ênfase em fatores de risco cardiometabólico e sintomas depressivos; 4) discutir as similaridades e contrastes entre as intervenções conduzidas em país desenvolvido (HFN no Canadá) e em desenvolvimento (PDM no Brasil). Métodos: A literatura será revisada em cooperação com a equipe canadense para o desenvolvimento de manuscritos para publicação em revistas indexadas. O estudo brasileiro PDM incluiu 183 indivíduos com pré-diabetes ou com síndrome metabólica atendidos em unidade básica de saúde. Foram alocados para intervenção tradicional ou intensiva de 18 meses, baseadas em dieta, atividade física e manejo de estresse. Dados clínicos, psicológicos e laboratoriais foram coletados no momento inicial, ao final de 18 meses de período de intervenção, e 9 meses pós-intervenção. Análises estatísticas serão feitas utilizando SPSS 17.0. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CEZARETTO, ADRIANA; PAKSERESHT, MOHAMMADREZA; SHARMA, SANGITA; KOLANDOOZ, FARIBA; SIQUEIRA-CATANIA, ANTONELA; DE BARROS, CAMILA RISSO; GOUVEA FERREIRA, SANDRA ROBERTA. Influence of depression on cardiometabolic responses to a lifestyle intervention in at-risk individuals. Journal of Affective Disorders, v. 174, p. 516-521, MAR 15 2015. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.